Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > PULITZER

Império de mídia centenário pode ser vendido

30/11/2004 na edição 305

A Pulitzer Inc., empresa que descende da companhia fundada em 1878 pelo americano Joseph Pulitzer, contratou o banco de investimentos Goldman, Sachs & Co. para avaliar suas ‘alternativas estratégicas’, informa o St. Louis Post-Dispatch [22/11/04]. Isso significa que o grupo pode vender seus diários, cujo carro-chefe é o próprio St. Louis Dispatch, o que representaria o fim de um dos mais antigos impérios de imprensa dos EUA.

Ao todo, a Pulitzer controla 14 jornais diários e outras 65 publicações entre semanários, guias de consumo e revistas segmentadas. Sua venda pode ser o maior negócio envolvendo jornais desde a compra da Central Newspaper Inc., que publicava o Arizona Republic e o Indianapolis Star, pela Gannett, por US$ 2,6 bilhões, em 2000. A Gannett também é apontada como candidata favorita a adquirir a Pulitzer, mas outros grupos, como Tribune, The New York Times Company e Knight Ridder podem entrar no páreo.

Como mostra matéria da Reuters [24/11/04], a notícia envolvendo a Pulitzer é um sinal de que o mercado americano de jornais pode passar por uma onda de consolidação. Especialistas ouvidos pela agência não apontaram outros casos concretos, mas observaram que a falta de perspectiva de expandirem as tiragens das publicações que já possuem ou de lançarem novos títulos deve fazer com que as grandes companhias busquem se expandir adquirindo diários consolidados. Também deve contribuir para esse processo o fato de que empresas familiares estão passando para o controle de novas gerações de proprietários, que eventualmente querem diversificar seus investimentos ou não pretendem atuar especificamente no setor jornalístico.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem