Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MONITOR DA IMPRENSA > QUALIDADE NA TV

Janet Jackson mostra seio e esquenta debate

10/02/2004 na edição 263

A CBS transmitiu a premiação do Grammy, no domingo, com cinco minutos de atraso, devido à polêmica gerada pela cantora Janet Jackson, que, durante o intervalo da final nacional do futebol americano, o Super Bowl, mostrou um de seus seios por cerca de dois segundos.

O exibicionismo ao vivo, em rede nacional, custou à irmã de Michael Jackson a exclusão da festa do Grammy, o ‘Oscar da música’, mas a preocupação com a possibilidade de outros artistas quererem aparecer com atitudes impróprias fez com que a rede adotasse essa pequena diferença de tempo, o que permitiria cortar qualquer novo mau comportamento.

‘Esperamos que os artistas sejam responsáveis’, disse, antes da transmissão, o vice-presidente da CBS, Martin Frank, ao USA Today [4/2/04]. No fim das contas, a apresentação foi meio morna, sem os tradicionais rappers boca-suja e suas dançarinas pouco vestidas. A margem de segurança foi usada apenas para cortar problemas técnicos.

O incidente do Super Bowl agitou a opinião pública, dando força à discussão sobre a erotização da TV americana. Janet era atração de show do intervalo organizado pela MTV, rede que, assim como a CBS, pertence à Viacom. O resto da apresentação também teria sido demasiado picante, desfigurando a característica familiar da tradicional partida. Por isso, há gente pedindo punição para a companhia, apesar de a cantora ter admitido que mostrar o seio foi uma iniciativa sua (executada, é claro, com ajuda do parceiro de palco, Justin Timberlake, que puxou sua roupa).

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem