Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Jornais temem restrições nas Olimpíadas

15/12/2005 na edição 359

Venda de jornais proibida em Londres durante as Olimpíadas de 2012? O cenário parece impossível, mas tem preocupado a Newspaper Society, organização que representa mais de mil jornais no Reino Unido, diante da legislação criada para regular o uso de publicidade próximo ao local dos jogos.


As leis têm como objetivo impedir que empresas que não pagaram para ser patrocinadoras oficiais lucrem com o evento. A Newspaper Society alega que o texto é tão amplo que pode chegar a barrar a venda de jornais e revistas que tragam anúncios publicitários em suas páginas.


A organização escreveu ao ministro dos Esportes, Richard Caborn, expressando suas preocupações, e o governo concordou em garantir que a mídia seja excluída da cláusula de proibição de publicidade.


A vitória não satisfez a Newspaper Society, que pede ainda que seja modificada a cláusula que estabelece a proibição de publicidade nos arredores dos estádios. Ela propõe que a proibição seja mais específica, cobrindo apenas publicidade ‘exposta dentro ou acima dos estádios e outros locais de jogos durante o período das Olimpíadas’.


A legislação também restringe o uso de certas palavras relacionadas aos jogos, como ouro, prata e bronze. O objetivo é garantir que apenas patrocinadores oficiais possam fazer ligações de seus anúncios com o evento. A organização teme que esta proibição seja usada para restringir conteúdo editorial da imprensa, mesmo que ela esteja, oficialmente, isenta da obrigação. Informações de Claire Cozens [The Guardian, 12/12/05].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem