Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Jornalismo-cidadão chega à primeira página

25/06/2009 na edição 543

Com a censura à mídia no Irã, após a polêmica eleição presidencial de 12/6, as notícias sobre protestos no país passaram a ganhar registros mais completos através das chamadas ‘novas mídias. Esta semana, fotos de jornalistascidadãos da comunidade online Demotix estamparam a capa do diário Americano New York Times.


O Demotix, que se descreve como um sítio de jornalismocidadão e agência de fotos, tem como membros ‘repórteres amadores’ de todo o mundo e age como um negociador de suas fotos para as grandes organizações de mídia. Em 2009, o sítio recebeu o prêmio Media Guardian Innovation, do diário britânico Guardian.


Seus fotógrafos são recrutados de diversas maneiras, desde a aproximação com os que já tiveram imagens publicadas em algum veículo de mídia até a busca daqueles que divulgam fotos em redes sociais como Facebook e Twitter. O benefício de ter esta rede de fotógrafos em todo o mundo é que, ao contrário de sítios da grande mídia que solicitam fotos de seus usuários em determinadas ocasiões, o Demotix já checou a identidade dos fotógrafos e a própria comunidade se ‘policia’, afirma Jonathan Tepper, gerente-executivo do sítio.


Testemunha ocular


No último final de semana, o Demotix tinha fotos de policiais iranianos jogando gás lacrimogêneo em manifestantes durante um protesto. ‘As fotos foram provavelmente as primeiras a chegar às redações’, diz Tepper. A tradicional agência de notícias Associated Press entrou em contato com o Demotix para confirmar se as imagens eram daquele dia – o primeiro em que foi usado o gás.


A cobertura da eleição iraniana aumentou o tráfego do sítio. ‘Não somos uma grande página. Somos uma pequena comunidade de fotos. Mas, no final de semana, viramos um lugar muito visitado’, afirma o gerente-executivo. Um dos correspondentes do sítio no Irã enviou uma mensagem preocupado com a perseguição do governo às pessoas que enviam fotos para agências de notícias. Por isso, seus créditos passaram a ser apenas TOR, para que sua identidade não seja revelada.


O Demotix já existe há um ano e meio e suas primeiras fotos publicadas na grande mídia foram feitas na Faixa de Gaza, durante a ofensiva de Israel, no fim do ano passado. O conturbado período pós-eleições no Irã, entretanto, parece ser a grande chance para a comunidade mostrar seu valor. ‘Estávamos quietos tentando fazer da melhor maneira e agora é a hora de mostrar isso’, resume Tepper. Informações de Kevin Anderson [The Guardian, 22/6/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem