Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DA IMPRENSA > PLÁGIO

Jornalista do Independent suspenso

Por lgarcia em 15/09/2011 na edição 659

Johann Hari, colunista do diário britânico The Independent, irá tirar quatro meses de licença não remunerada, estudar jornalismo e devolver um prêmio depois de admitir que plagiou entrevistas e editou verbetes da Wikipedia de forma “infantil” e “maliciosa”. Em um artigo no Independent intitulado “Um pedido pessoal de desculpas”, Hari diz ter feito “duas coisas erradas e burras”.

Primeiro, quando entrevistava pessoas para suas matérias e as entrevistas não saíam como ele desejava – se o entrevistado, por exemplo, não conseguia expressar tão bem seus pensamentos –, ele buscava outros textos ou entrevistas em que a pessoa tivesse abordado o assunto, e reproduzia aquelas palavras em seu texto. “Mas eu estava errado”, afirma em seu artigo. “Uma entrevista não é um raio-X dos melhores pensamentos de uma pessoa. É um relato de um encontro. Se você quiser adicionar material de outro lugar, há jeitos de se fazer isso. […] Você escreve ‘como ela disse no New York Times’, ou ‘como ela disse em seu livro’, em vez de apenas substituir os pedaços que ela disse com pedaços mais claros que ela escreveu ou disse em outro lugar”. Ele continua: “Se eu tivesse perguntado aos meus muitos colegas experientes aqui no Independent – que sempre foram generosos com seu tempo –, eles teriam me dito o quão errado eu estava”.

O segundo erro de Hari foi, “anos atrás”, editar verbetes da Wikipedia sobre pessoas com quem tinha algum conflito insultando-as. Ele diz que começou a mexer na enciclopédia online quando viu algumas coisas que não gostou no verbete sobre ele próprio. Resolveu então usar um nome falso para remover essas passagens, acabou removendo passagens negativas de verbetes sobre pessoas que admirava e, finalmente, atacou os inimigos – chamou um de anti-semita e homofóbico, e outro de alcoolatra.

Denúncia anônima

Hari foi afastado do jornal em julho para que pudesse ser feita uma invetigação sobre o caso. Ele havia sido acusado por um blogueiro anônimo de usar em seus artigos citações que já haviam sido publicadas em outros lugares. O jornalista confirmou que havia usado trechos de outras publicações sem deixar claro aos leitores que não se tratavam de citações originais.

O Independent decidiu que ele poderá voltar ao trabalho depois de passar por um treinamento em jornalismo – pago do próprio bolso – e devolver o Orwell Prize que recebeu em 2008. “Em meu trabalho, eu passei muito tempo expondo as falhas de outras pessoas. Fazia isso porque acreditava que, cada vez que você aponta o erro de alguém, dá a esta pessoa uma chance de acertar da próxima vez e, desta forma, reduz a quantidade de atos errados no mundo. É por isso que, ainda que tenha sido e vá continuar a ser, por algum tempo, um processo muito doloroso, eu acho que no fim serei grato pelas minhas falhas também terem sido expostas desta maneira”, escreveu Hari em sua coluna. Ele pediu desculpas a seus leitores, colegas e às pessoas afetadas por suas ações. Informações do Independent [15/9/11].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem