Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

CADERNO DO LEITOR > EUA

Lobista processa NYT por artigo sobre McCain

06/01/2009 na edição 519

A lobista Vicki L. Iseman abriu uma ação legal contra o New York Times e alguns de seus jornalistas, na semana passada. Ela acusa o jornal de criar a falsa impressão de que teve um caso com o senador republicano John McCain, que disputou a presidência com Barack Obama nas últimas eleições americanas. O processo foi aberto em Richmond, na Virgínia, e alega que, em um artigo publicado na primeira página da edição de 21/2/08, foi ‘falsamente comunicado’ que a lobista e o senador mantiveram uma relação romântica e antiética em 1999. Na ocasião, Vicki representava clientes perante o Comitê de Comércio, Ciência e Transporte do Senado, presidido por McCain.


A ação, que pede indenização de US$ 27 milhões, afirma que a relação de Vicki com o senador sempre foi profissional e apropriada. O artigo, publicado quando McCain ainda disputava a nomeação do partido Republicano para candidatar-se à presidência, examinava seus esforços para manter altos padrões éticos em sua carreira em Washington, ainda que, por vezes, houvesse lidado com conflitos de interesses.


Sugestão


O texto, que gerou intenso debate e protestos de partidários, não afirmava diretamente que Vicki e McCain haviam tido uma relação amorosa, mas dizia que diversos assessores do senador estavam ‘convencidos’ de que ele e a lobista haviam se aproximado bastante e que ele poderia ser prejudicado caso esta relação se tornasse conhecida publicamente. O artigo citava Vicki e McCain negando as alegações de relação romântica ou de que teriam tido algum comportamento impróprio.


Abbe R. Serphos, porta-voz do Times, afirmou em declaração que o diário mantém as informações do artigo. ‘Continuamos a acreditar que [o texto] é verdadeiro e preciso, e que seremos bem sucedidos [na ação]. Como dissemos na ocasião, [o artigo] foi uma peça importante que levantou questões sobre um candidato presidencial e a percepção de que ele estaria ligado a conflito de interesses’, completou. Os réus são a New York Times Company; o editor-executivo Bill Keller; Dean Baquet, chefe da sucursal de Washington; os repórteres Jim Rutenberg, Stephen Labaton e David D. Kirkpatrick; e a ex-repórter Marilyn W. Thompson. Informações de David Johnston [The New York Times, 31/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem