Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº975

MONITOR DA IMPRENSA > JORNALISMO EM CRISE

Mais casos de números inflados

17/08/2004 na edição 290

A recente onda de números inflados nas circulações de jornais dos EUA promete continuar. Pelo menos é o que acredita a porta-voz do Audit Bureau of Circulations (ABC), Martha Dittmar. O último título a seguir o exemplo dos escândalos do Newsday, Hoy e Chicago Sun-Times é o Dallas Morning News.

A descoberta de que alguns jornais forjaram um aumento em sua circulação para aumentar sua renda publicitária deu início a uma ‘limpeza’ nas empresas de comunicação. O processo resultou em uma série de confissões de fraudes de todos os tamanhos. ‘Provavelmente todos os publishers dos EUA estão investigando seus departamentos de circulação para se certificar de que não há nada errado sendo feito’, disse John Morton, da Morton Research.

No caso da confissão do Morning News, o problema é consideravelmente pequeno: um aumento de 1,5% nas edições semanais e 5% na edição dominical, segundo dados do próprio jornal. Dittmar confirmou que, neste caso específico, a checagem feita regularmente pelo ABC está agendada para ter início em algumas semanas. Porém, segundo ela, ainda é muito cedo para remediar a empresa. As informações são de Jannifer Saba [Editor & Publisher, 9/8/04].

Jornais inflaram índices de circulação nos EUA

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem