Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1038
Menu

ENTRE ASPAS >

Massacre em escola acaba na internet

17/03/2009 na edição 529

A tragédia que aterrorizou a Alemanha na semana passada parece ter tido início e fim da internet. Na quarta-feira (11/3), o adolescente Tim Kretschmer, de 17 anos, entrou armado em sua ex-escola, na cidade de Winnenden, e assassinou 15 pessoas – nove alunos, três professoras e, na fuga, três passantes. Logo depois, caçado pela polícia, teria cometido suicídio. Poucas horas antes, teria revelado seus planos em uma sala de bate-papo na rede, dizendo que estava farto da vida, que todos riam dele e não reconheciam seu potencial e que algo de ruim aconteceria a sua antiga escola pela manhã.

Depois de virar notícia e ser confirmada pelo ministro do Interior do estado de Baden-Wuerttemberg, a veracidade da mensagem passou a ser questionada pelas autoridades policiais. A conversa online teria ocorrido com um outro garoto de 17 anos da Bavária, que teria contado ao pai sobre ela após o massacre. Uma busca no computador de Tim não encontrou indícios de que ele seria o autor dos comentários. Oficialmente, a motivação do jovem segue desconhecida.

No fim da semana, um vídeo filmado de um telefone celular com a morte de Tim surgiu na internet. O clipe dura dois minutos e, com imagens granuladas, mostra uma pessoa com uma arma em um estacionamento desviando de tiros. De repente, a pessoa cai no chão e é rodeada por policiais. Um dia depois do ataque, a polícia havia informado que seguiu o assassino até um estacionamento e atirou duas vezes em sua perna. Informações da AFP [12 e 13/3/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem