Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº975

ENTRE ASPAS > MÍDIA AMERICANA

McClatchy pode vender o Miami Herald

09/12/2008 na edição 515

A McClatchy Company, terceira maior editora de jornais dos EUA, pretende vender um de seu principais títulos, o Miami Herald, por conta da crise financeira que atinge a indústria jornalística. Ainda que não seja oficial, pessoas próximas às negociações afirmam que a empresa já começou a buscar potenciais compradores para o jornal, mas até agora ainda não haveria um grande investidor interessado. Oficialmente, a McClatchy diz apenas que não comenta sobre ‘rumores do mercado’.

O Miami Herald é um dos maiores dos 30 diários da companhia, com circulação de 210 mil exemplares, e um dos mais respeitados, tendo ganhado, ao longo dos anos, 19 prêmios Pulitzer. Este prestígio todo, entretanto, pode não valer muito no momento de crise: com os lucros dos jornais em queda e a contração da economia, muitos títulos colocados à venda continuam sem comprador.

Dívida

A McClatchy comprou a cadeia de jornais Knight Ridder, que era dona do Herald, em 2006, por US$ 4,5 bilhões. Em grande parte por conta desta compra, a companhia tem hoje dívida de aproximadamente US$ 2 bilhões – que abocanha um bom pedaço da receita gerada pelos jornais.

Na ocasião do acordo com a Knight Ridder, analistas de Wall Street alertaram que a McClatchy estaria pagando caro pela empresa. Ainda assim, não se esperava o forte declínio de lucros publicitários que teve início nos meses posteriores à compra e acelerou ainda mais este ano. Em junho, a McClatchy chegou a anunciar o corte de 10% de seu quadro de funcionários. Informações de Richard Pérez-Peña [The New York Times, 6/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem