Domingo, 27 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > INTERNET

Microsoft desiste do Yahoo!

08/05/2008 na edição 484

Depois de três meses de negociações pela compra do Yahoo!, a Microsoft desistiu do acordo este fim de semana. Antes, a companhia chegou a insistir na compra – sem sucesso -, aumentando em US$ 5 bilhões sua oferta de US$ 44,6 bilhões. No mercado de buscas e de publicidade online, a Microsoft e o Yahoo! perdem para o Google. O objetivo da fusão era justamente superar o rival.


Para a Microsoft, adquirir o Yahoo! significaria aumentar a competitividade da sua plataforma publicitária. Mas Jerry Yang, fundador do Yahoo!, não queria ver a empresa que criou engolida pela Microsoft. No ano passado, em uma tentativa de revitalizá-la, Yang assumiu o cargo de executivo-chefe. Por um período limitado, o Yahoo! chegou a permitir que o Google colocasse anúncios nas suas páginas de busca nos EUA.


Rumores não faltam sobre o futuro do Yahoo!. Já se chegou a especular que a News Corporation, de Rupert Murdoch, esteja de olho nele e que a Microsoft faria uma oferta em conjunto com a News Corporation. Já Steve Ballmer, executivo-chefe da Microsoft, revelou que a determinação do Yahoo! em manter ligações com o Google – há também boatos de um possível acordo publicitário entre ambos – foi uma das razões para a desistência das negociações. Por sua vez, o Yahoo! alega que uma parceria com o Google justifica um preço maior para a venda da empresa – valor mais alto do que a Microsoft estava disposta a pagar. Informações da Economist [4/5/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem