Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > CIBERBULLYING

MTV cria ferramenta de ajuda a jovens internautas

23/03/2010 na edição 582

A emissora MTV lançou, na semana passada, uma ferramenta online com a intenção de ajudar adolescentes a identificar comportamentos abusivos em plataformas digitais. Batizado de Over the Line, o serviço tem um espaço para que jovens escrevam sobre seus problemas e permite que outros jovens discutam o tema, analisando se o comportamento em questão é aceitável ou não. Os comentários passam por um moderador antes de serem publicados, para garantir que não haja ridicularização e humilhação na própria plataforma.

Segundo Jason Rzepka, vice-presidente de relações públicas da MTV, a ideia da ferramenta veio de uma pesquisa realizada pela emissora em que os jovens responderam como definiam abuso digital. ‘Há muitas nuances sobre este tema. Por exemplo, muitos dos entrevistados disseram que comentários crueis não são um problema, desde que fique claro ser uma piada ou se apenas poucas pessoas estiverem envolvidas’, explica ele, acrescentando que espera que a ferramenta ajude os jovens a definir o que é, ou não, comportamento apropriado.

A iniciativa faz parte de um esforço da MTV em relação a um problema que é particularmente predominante entre crianças e adolescentes altamente conectados à internet, que muitas vezes compartilham informações pessoais e enfrentam pressões públicas na rede que não são identificadas pelos pais. ‘Esta é uma questão que afeta virtualmente todo o nosso público. Ninguém cresceu desta maneira antes’, diz Rzepka.

Segundo uma pesquisa realizada pela MTV em parceria com a agência de notícias Associated Press, metade dos entrevistados de 14 a 24 anos alegou ter sido alvo de alguma forma de abuso digital, incluindo ‘ciberbullying’ e pressão de namorados. Já um estudo conduzido pelo Centro de Pesquisas Pew, divulgado em dezembro, revelou que 4% dos adolescentes já enviaram fotos com conteúdo sexual via mensagens ‘torpedo’ de telefone celular e 15% afirmaram já ter recebido este tipo de foto. Informações de Jennifer Valentino-DeVries [Wall Street Journal, 16/3/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem