Segunda-feira, 21 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº987
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > CELEBRIDADES

Na capa, a qualquer custo

17/08/2004 na edição 290

A queridinha de Hollywood Reese Witherspoon, estrela de filmes como Legalmente Loira e Doce Lar, é a capa da edição de setembro da revista Vanity Fair. Ao lado da foto da atriz, o título diz: ‘Reese Witherspoon ganha US$ 15 milhões, arruma tempo para os filhos, e continua fabulosa. Por que nós a colocamos na capa?*’. A resposta encontra-se no fim da página: ‘*Porque ela estrela o filme Vanity Fair.’

É verdade. Reese é a protagonista da versão cinematográfica do romance escrito por William Makepeace Thackeray – e que inspirou o nome da revista. Mas, segundo artigo de Marcus Baram [The New York Observer, 16/8/04], há outra resposta para a pergunta. Aparentemente, os ‘protetores’ da atriz teriam ameaçado processar a Vanity Fair caso ela não aparecesse na capa.

A foto de Reese realmente estava prevista para esta edição há um bom tempo, por causa do lançamento do filme, mas quando o editor Graydon Carter viu o ensaio feito pelo fotógrafo Bruce Weber com atletas americanos que iriam participar das Olimpíadas de Atenas resolveu repensar a capa da revista. ‘Graydon ficou tão impressionado com as fotos que queria colocar uma do nadador Michael Phelps’, afirmou uma fonte que preferiu não se identificar. ‘Mas o pessoal de Reese se envolveu na questão e começou a mandar cartas e ameaçar abrir uma ação legal, então a Vanity Fair voltou à primeira opção’, revelou.

A porta-voz da revista, Beth Kseniak, explica que Carter chegou a pensar em dividir a capa – com Reese nas bancas e o nadador na versão para assinantes – mas no fim decidiu publicar apenas a capa da atriz.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem