Segunda-feira, 27 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1038
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Novo recurso promete revolucionar formato do Twitter

Por Leticia Nunes em 30/06/2015 na edição 857

Dick Costolo deixou o cargo de CEO do Twitter. E aparentemente a mudança vem como o anúncio de um novo ciclo, o qual pretende reformular completamente o conceito original da rede social.

Quando foi criado, em 2006, o Twitter começou como um meio de Jack Dorsey – que ainda é um dos CEOs da empresa – e seus co-fundadores se conectarem entre si e compartilharem sobre seu dia a dia. Conforme evoluiu, no entanto, o Twitter começou a ser menos sobre os fatos cotidianos individuais e mais sobre a mudança mundial, focando em assuntos de interesse geral, como a Copa do Mundo ou um acidente aéreo, por exemplo.

Porém, uma queixa frequente é que o Twitter é muito desorganizado; quando você faz login e acompanha a timeline, é difícil dizer quais são os acontecimentos mais importantes daquele dia. A informação se perde em meio a comentários inúteis e piadas dispensáveis. Na tentativa de remediar esta desorganização, seus administradores anunciaram a criação do Project Lightning, que o Twitter planeja lançar ainda em 2015.

Curadoria

O Project Lightning está sendo apresentado como um recurso inovador do Twitter – e também como um frescor na empresa, que, ao contrário do Google ou do Facebook, já trocou de presidente-executivo três vezes após sua fundação.

Com o Project Lightning, o Twitter trará um botão na tela inicial que direcionará o usuário para um feed filtrado de eventos pré-selecionados por seus editores (editores humanos, frise-se; nada de robôs monitorando o feed de usuários). A proposta é revelar coleções de fotos, vídeos e conteúdo em geral de um jeito mais visual. Será possível, por exemplo, acompanhar tudo ligado a um festival de música, a uma premiação (como o Oscar) ou mesmo a eventos extraordinários que movimentam a timeline (como um terremoto em alguma parte do mundo). Equivale a clicar numa palavra-chave dos trending topics (assuntos mais comentados do dia), porém com a certeza de que o conteúdo apresentado deterá uma qualidade mínima, já que passará pelas mãos de editores. Além disso, o novo recurso permitirá seguir uma curadoria de eventos para receber atualizações no feed sem necessariamente precisar seguir cada novo usuário da rede social. O plano é destacar de sete a dez destes eventos por dia.

O conceito do Project Lightning irá permitir que usuários esporádicos do Twitter – ou mesmo aqueles que nunca usam a rede social – absorvam o fluxo de informações em tempo real, sem a necessidade de uma compreensão profunda do produto Twitter em si. Se der certo, o recurso tornará o Twitter mais acessível, mais simples e mais amigável para o usuário. E vai funcionar precisamente porque ignorará tudo o que se sabe atualmente sobre a rede social.

Morte da timeline

David Pierce, da Wired, crê que o Project Lightning representa a morte há muito devida da timeline do Twitter. “Com esta mudança, o Twitter não precisa mais se assemelhar a um fluxo de tuítes interminável e livre de contexto; em vez disso, você pode ver uma curadoria manual de tuítes, links, fotos e vídeos relacionados ao que de fato está acontecendo naquele instante”, escreveu ele. “Em suma, este esforço mina a ideia de que o Twitter é uma rede social. Não é. Ele nunca deveria ter tentado ser. Não se trata de pessoas, piadas e #marcas (sic). Trata-se de informações, novidades, fotos e histórias”.

Pierce diz que o novo formato permitirá ao Twitter descobrir o que o internauta irá querer ver e que a ferramenta já possuirá a incrível vantagem de ser o lugar para o qual o mundo se volta para compartilhar informações.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem