Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1067
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

NYT institui plano de demissão voluntária

20/06/2005 na edição 334

Dos 190 cortes de emprego anunciados no mês passado pela companhia de mídia americana The New York Times, 130 serão feitos no New York Times, principal jornal editado pelo grupo – que possui mais de 15 títulos, além de emissoras de rádio e TV.

Os detalhes da primeira etapa do plano de demissão voluntária foram enviados para mais de 100 funcionários no dia 7/6. Dentre os principais alvos de corte estão o programa de assistência aos empregados (que será fechado em agosto), as unidades de negócios (com o maior número de demissões: 108 ao total), de distribuição, de finanças, de publicidade, de serviços postais e de mensagens.

Na redação, o publisher Arthur Sulzberger Jr. estima que 22 funcionários tenham que deixar a empresa. Foram distribuídos ‘convites’ ao plano de demissão voluntária para 65 repórteres da editoria de cidade, 28 colunistas de esporte, cinco escritores da seção de obituários, seis repórteres da seção de imóveis e oito editores de crítica de livros.

Dois membros de cada um destes grupos – juntamente com pesquisadores, copistas, fotógrafos e um grupo de pessoas que não puderam fazer parte do plano de demissão voluntária de 1994 – terão que aceitar o plano e receber seus benefícios, que serão baseados na idade e na posição que ocupam no jornal. As somas podem variar de 15 semanas de pagamento para os funcionários mais recentes até dois anos de pagamento para os mais antigos. Informações do New York Observer [15/6/05].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem