Sábado, 20 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

CADERNO DO LEITOR >

Obama participa de primeiro bate-papo virtual

31/03/2009 na edição 531

De acordo com dados da Casa Branca, mais de 64 mil pessoas assistiram online, na semana passada, a Barack Obama responder a perguntas na primeira ‘conversa virtual’ da qual participou um presidente americano. ‘É um experimento, mas também uma oportunidade para ver com o que os americanos de todo o país se importam. Então, EUA, o que vocês querem saber sobre economia? Vão até o sítio da Casa Branca e perguntem’, dizia o presidente no vídeo que pediu a participação do público.

A experiência trouxe lições. Ao se declarar aberta a questões sobre economia, a Casa Branca viu que precisa ser mais cautelosa: foram enviadas mais de 100 mil questões. Obama responderia às mais votadas na rede e, após 3,6 milhões de votos, uma das perguntas mais populares questionava se a legalização da maconha poderia estimular a economia, ao permitir a cobrança de impostos sobre a droga. ‘Não sei o que isto diz sobre a audiência online. A resposta é não, não acho que seja uma boa estratégia para o crescimento da economia’, respondeu o presidente, gerando risadas da pequena platéia reunida na Casa Branca, da qual participaram professores, microempresários e enfermeiras.

Mobilização

A questão da maconha também foi destaque no informe diário da Casa Branca, em que o porta-voz Robert Gibbs sugeriu que defensores da legalização da droga tenham se unido para que a pergunta fosse uma das mais votadas – dentre estes defensores está a Norml, organização nacional para a reforma das leis de maconha, que pediu a seus membros para ‘deixar que o presidente saiba que milhões de eleitores americanos acreditam que chegou a hora de regulamentar a marijuana‘.

O evento, que durou pouco mais de uma hora e foi transmitido ao vivo no sítio da Casa Branca, é apenas um dos exemplos mais recentes de como a administração de Obama faz uso das novas mídias. No bate-papo, o presidente revelou que anunciaria ajuda à indústria automobilística nos próximos dias, acrescentando que as montadoras deveriam fazer mudanças drásticas nos seus negócios. ‘Ajudarei por não estar disposto a desperdiçar o dinheiro dos contribuintes’. O evento foi moderado por Jared Bernstein, conselheiro econômico do vice-presidente Joe Biden. A iniciativa agradou a Macon Phillips, diretor de novas mídias da Casa Branca. Informações de Sheryl Gay Stolberg [New York Times, 27/3/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem