Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DA IMPRENSA > INTERNET NA CHINA

País desistirá aos poucos da censura, diz fundador da web

28/01/2010 na edição 574

Na opinião de Tim Berners-Lee, um dos fundadores da rede mundial de computadores, a China irá gradualmente desistir da censura à web, embora isto leve tempo. O comentário otimista foi feito durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, noticia a AFP [27/1/10].


Segundo ele, o governo chinês está agindo ‘cuidadosamente’ na abertura da internet. ‘Acho que ela aumenta em um nível constante. A cada vez que você abre a garrafa, o gênio sai e é muito difícil colocá-lo de volta’, afirmou. ‘Imagino que a China tenha que agir cuidadosamente em direção à abertura, mas temos que fazer tudo de modo a facilitar este movimento, quando se está em um governo que censura a rede’.


Berners-Lee fez a observação após o Google ter afirmado que não censuraria mais os resultados de busca na China, mesmo que isto signifique que tenha que deixar o país, após ciberataques a contas de seu serviço de e-mail. A gigante de buscas ainda não parou de censurar os resultados, mas o executivo-chefe Eric Schmidt disse que isso acontecerá em breve.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem