Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1038
Menu

ENTRE ASPAS >

Paquistanês preso por transmitir canal do Hezbollah

24/04/2009 na edição 534

Javed Iqbal, imigrante paquistanês classificado por um promotor americano de ‘homem do Hezbollah em Nova York’, foi condenado esta semana a quase seis anos de prisão por ter colocado no ar a al-Manar, emissora do grupo militante libanês. O juiz federal Eric Snyder alegou que o paquistanês ajudou a emissora a passar adiante a mensagem do Hezbollah, organização que matou mais americanos do que qualquer outro grupo terrorista antes do 11/9.


O advogado de Iqbal, por sua vez, diz que seu cliente não teve a intenção de ajudar o grupo terrorista; apenas estava tentando construir sua empresa de distribuição de emissoras de TV. Recentemente, diante da proximidade das eleições parlamentares no Líbano, marcadas para junho, o Hezbollah passou a adotar um tom mais moderado. Informações de Larry Neumeister [AP, 23/4/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem