Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > REUTERS + OXFORD

Parceria cria centro de estudos do jornalismo

20/01/2006 na edição 364

Novo instituto de estudos do jornalismo será inaugurado em breve, a partir de parceria da Universidade de Oxford com a Reuters. O Reuters Institute for the Study of Journalism irá funcionar no campus da universidade, e tem financiamento de 1,75 milhão de libras da agência de notícias. O objetivo é criar um centro de pesquisa de excelência no estudo do jornalismo local, nacional e internacional.


Segundo o vice-chanceler de Oxford, John Hood, a universidade possui o conhecimento acadêmico para ajudar nas questões políticas, legais e tecnológicas que afetam as organizações de notícias.


O centro de pesquisa fará parte do departamento de política e relações internacionais da universidade, e concentrará estudos sobre o exercício do jornalismo no mundo, examinando as bases para uma prática confiável e precisa da profissão na era digital. O Reuters Foundation Journalists Fellowship Programme, programa para jornalistas visitantes – e parceria já antiga entre a Fundação Reuters e a universidade –, continuará como parte do novo instituto.


O empreendimento será comandado por um diretor acadêmico, um diretor jornalístico, ainda a serem apontados, e um comitê, presidido pelo professor e jornalista Tim Gardam. ‘O Instituto Reuters será um centro de pesquisa de excelência que tratará a mídia com a profundidade e a seriedade que ela merece. Nós queremos criar uma arena onde os mundos midiático e acadêmico se unam, e queremos dar a jornalistas e acadêmicos que trabalham nesta área o tempo e o espaço para refletirem sobre as questões que ligam o jornalismo à política e a nossa sociedade’, resume ele. Informações de Julia Day [The Guardian, 19/1/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem