Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ENTRE ASPAS > E DEPOIS?

Pesquisa mapeia ex-funcionários de jornal fechado

01/03/2011 na edição 631

O que acontece com os jornalistas quando o jornal em que trabalhavam simplesmente fecha as portas? No início de 2009, o Rocky Mountain News, em Denver, no Colorado, encerrou suas operações após quase 150 anos de história. Dois anos depois, John Temple, ex-editor do jornal, decidiu descobrir onde foi parar sua equipe. Ele enviou questionários aos 197 ex-funcionários e conseguiu que 146 deles respondessem a sua pesquisa. Temple descobriu que 92 continuam a trabalhar como jornalistas – 44 em jornais. Destes 92, 64 têm salário menor do que tinham no Rocky.

A pior descoberta foi a de que 98 dos ex-funcionários (67%) disseram estar ganhando menos hoje – 56 destes 98 afirmaram que seu salário é ‘muito menor’. Apenas 27 (18%) reportaram estar ganhando mais – e a maioria não trabalha mais em jornalismo. Alguns trabalham em construção, outros em restaurantes; uns se aposentaram, outros voltaram a estudar. Poucos estão desempregados.

Dos 52 ex-funcionários do Rocky que não trabalham mais com jornalismo, 22 (ou 42%) disseram que a vida hoje está melhor do que há dois anos. Das pessoas que continuam a trabalhar com jornalismo, apenas 22% acreditam que a vida melhorou.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem