Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

MONITOR DA IMPRENSA > COBRANÇA ONLINE

Pesquisas apontam rejeição do público

06/07/2010 na edição 597

Duas pesquisas britânicas divulgadas na semana passada revelaram que os leitores estão dispostos a pagar por notícias, apenas não na internet. Um estudo do instituto independente Ipsos revelou que 63% de 501 adultos entrevistados preferem comprar a edição impressa para ler as notícias do jornal de sua escolha, enquanto apenas 11% acessam a edição online. Destes, a maior parte prefere pagar uma taxa única pelo uso de um aplicativo móvel, enquanto 3% optariam por uma assinatura mensal online.

Pagar por acesso online por dia e por artigo foram as opções digitais menos populares, sendo as escolhas de apenas 1% dos entrevistados. Segundo a pesquisa, 29% afirmaram que não pagariam por notícias online porque preferem ter nas mãos o jornal impresso – 21% não gostam de ler as notícias na monitor do computador.

No money

Como já era esperado, para 51% dos entrevistados de 15 a 50 anos a maior barreira para acessar notícias pagas online é o pagamento – 31% não pagariam por algo que é possível ser encontrado de graça na rede. Quase 80% disseram que não têm interesse algum em gastar dinheiro para ter acesso a conteúdo noticioso na web. Uma assinatura online de seis libras – o equivalente a 16 reais – é o preço considerado aceitável para aqueles que disseram estar interessados em uma cobrança mensal; enquanto para os 18% interessados em pagar uma quantia única, para acesso ilimitado por meio de aplicativo móvel, este valor cai para 3,75 libras (cerca de 10 reais).

Imediatismo, custos e exclusividade são os fatores que mais motivam aqueles que pagariam por notícias online. Para 27% destes, atualizações e preço razoável são os mais importantes. Pouco mais de 80% dos que disseram ter acessado as notícias online no mês anterior à pesquisa não escolheram sites de jornais nacionais como primeira opção. Os cinco sites mais visitados foram o da BBC News (34%), Google News (17%), Sky News (6%), Yahoo! (5%) e MSN (5%).

Relutância

Já uma pesquisa realizada pela empresa YouGov com 2.160 adultos revelou que 60% deles pensam que vale a pena pagar por um ‘bom jornal’ impresso, com a maioria dos entrevistados alegando que, em geral, confiam mais no que leem em jornais pagos do que nos gratuitos. A maior parte dos que participaram da pesquisa também mostrou-se relutante em pagar por conteúdo online, com 83% alegando que se recusariam a fazê-lo. Apenas 2% estariam preparados para gastar dinheiro com conteúdo online no formato atual, enquanto 4% pagariam caso o conteúdo não estivesse disponível em outro lugar. Informações de Josh Halliday [The Guardian, 30/6/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem