Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Poeta jordaniano preso por citar Corão

28/10/2008 na edição 509

A polícia jordaniana prendeu o poeta e jornalista Islam Samhan por ter citado versos do Corão, livro sagrado muçulmano, em poesias românticas. Samhan publicou sua coleção de poemas, no início do ano, sem a aprovação do governo da Jordânia. Na semana passada, foi acusado de prejudicar a fé islâmica e violar a lei de imprensa e publicação. Segundo as autoridades, a obra do poeta insulta o Corão. Se condenado, ele pode pegar até três anos de cadeia. A lei jordaniana proíbe a publicação de qualquer livro ou artigo que possa ser considerado prejudicial ao Islã e ao profeta Maomé. Escritores e artistas jordanianos pediram ao governo, em uma petição coletiva, que o poeta seja solto. Informações de Shafika Mattar [AP, 21/10/08].

Revista apela de decisão judicial em Cingapura

A revista Far Eastern Economic Review declarou que irá apelar de uma determinação judicial de Cingapura que a acusa de ter difamado os líderes do país em um artigo publicado em 2006. O juiz Woo Bih Li, da Alta Corte de Justiça, havia determinado, em setembro, que a revista, proibida de circular em Cingapura, difamou o ex-primeiro-ministro Lee Kuan Yew, considerado o ‘pai fundador’ do país, e seu filho, o atual premiê Lee Hsien Loong, ao sugerir que ambos eram corruptos em artigo escrito com base em declarações de Chee Soon Juan, secretário-geral do líder do partido da oposição. Informações da AFP [22/10/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem