Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

MONITOR DA IMPRENSA > ‘INTERNATIONAL NEW YORK TIMES’

Por artigo ‘sensível’, jornal não é impresso nos Emirados Árabes Unidos

Por lgarcia em 22/05/2014 na edição 799

Tradução: Pedro Nabuco, edição de Leticia Nunes. Com informações de Tom McGeveran [“U.A.E. printer stops presses on International New York Times”, Capital New York, 20/5/14]

O International New York Times não pôde ser impresso e distribuído na última terça-feira [20/5], nos Emirados Árabes Unidos, depois que a editora local responsável pela impressão e distribuição do jornal no país se recusou a fazê-lo. Em uma mensagem de email para os assinantes, o International New York Times explicou que o problema surgiu quando o jornal Khaleej Times, que imprime e distribui a edição internacional, considerou que um artigo daquele dia era “sensível demais para ser impresso localmente”.

O artigo censurado era uma reportagem denunciando que trabalhadores imigrantes foram presos, agredidos e deportados após darem início a uma greve para protestar contra os baixos salários pagos na construção do prédio da Universidade de Nova York (NYU) em Abu Dhabi. Assinantes residentes nos Emirados Árabes Unidos puderam ver a matéria online, no entanto.

“Até onde eu saiba, esta foi a primeira vez que isso aconteceu nos Emirados Árabes Unidos”, declarou a porta-voz da New York Times Company, Eileen Murphy. “Entramos em contato com a empresa de impressão local para expressar como ficamos desapontados com esta decisão, que entendemos que foi tomada com base na objeção a um artigo em particular”.

Caso parecido

Em março passado, o International New York Times passou por outra situação envolvendo a censura de um artigo. O caso ocorreu no Paquistão. Enquanto o resto do mundo recebeu o jornal com uma reportagem de capa sobre a ligação entre a inteligência paquistanesa e Osama bin Laden, a edição que chegou aos leitores do país tinha um espaço em branco.

Na ocasião, Eileen Murphy lamentou o corte do artigo e assegurou que o diário não havia consentido com ele. A censura teria sido feita pelo jornal Express Tribune, com quem o International New York Times mantinha um acordo de distribuição – acredita-se que a decisão foi tomada por medo de represálias da al-Qaeda ou de outros grupos extremistas da região. 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem