Terça-feira, 26 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº959

MONITOR DA IMPRENSA > COSTA DO MARFIM

Premiê garante cobertura equilibrada das eleições

08/10/2010 na edição 610

O primeiro-ministro da Costa do Marfim, Guillaume Soro, ressaltou que será garantido a todos os candidatos das eleições presidenciais, realizadas no fim deste mês, acesso equilibrado à mídia pública durante a campanha. A promessa foi feita na semana passada, em encontro com o ministro da Comunicação, Ibrahim Sy Savané; o diretor-geral da estatal Radio-Télévision Ivoirienne (RTI), Brou Amessan; o editor do Fraternité Matin, Jean-Baptiste Akrou; e representantes do Conselho Nacional de Radiodifusão (CNCA) e do Conselho Nacional de Imprensa (CNP).


Soro pediu a representantes da mídia que respeitem o artigo 30 da lei das eleições, que determina que os candidatos devem ter o mesmo tempo e cobertura imparcial na mídia estatal. O primeiro-ministro também solicitou o fechamento de todas as emissoras piratas, transmitidas em áreas controladas por ex-rebeldes da Costa do Marfim.


A decisão foi bem recebida pela organização Repórteres Sem Fronteiras [5/10/10]. ‘O sucesso desta eleição presidencial, a ser realizada no dia 31/10, depois de anos de atraso, requer uma cobertura justa da campanha. Pedimos à estatal RTI que aja democraticamente e coopere com as leis eleitorais’, afirmou a RSF. A pedido da União Europeia, a entidade irá monitorar a cobertura da campanha.


A CNCA emitiu uma ordem, em dezembro de 2009, que requer que ‘transmissões não autorizadas sejam interrompidas imediatamente’ e ordenou que emissoras de rádio no centro, norte e oeste do país ‘regularizem sua situação legal’. Ex-rebeldes já informaram que se opuseram à ordem da CNCA.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem