Domingo, 22 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Presidente se recusa a ir a debate em canal ‘parcial’

23/07/2009 na edição 547

Um debate entre os candidatos presidenciais do Afeganistão ocorre nesta quinta-feira [23/7] sem a presença do atual presidente, Hamid Karzai. A equipe responsável pela campanha de Karzai acusou a emissora Tolo, que transmite o debate, de ‘parcialidade’.


De acordo com uma declaração da campanha do presidente, que tenta a reeleição no pleito de 20 de agosto, o canal privado é ‘59% contrário a Hamid Karzai’. ‘O presidente não pode participar de um debate coordenado por esta emissora de TV, considerando sua posição desbalanceada e ilegítima’, dizia a nota enviada à imprensa, completando que Karzai compareceria a um debate que fosse exibido por todas as estações e com a participação de todos os 41 candidatos.


Os concorrentes do presidente o acusam de não comparecer ao debate na Tolo por temer que não consiga defender suas políticas governamentais após sete anos no poder. ‘Ele não tem nenhum programa de governo para os próximos cinco anos’, diz Said Ali Razwani, chefe de imprensa do ex-primeiro-ministro Abdullah Abdullah, um dos rivais mais fortes de Karzai.


As eleições presidenciais e regionais ocorrem em meio ao aumento da insurgência islâmica e do número de mortes por conta dela – no maior índice desde que a invasão americana, em 2001, derrubou o governo do Talibã. Informações da AFP [23/7/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem