Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Prisão de correspondente causa revolta

11/01/2005 na edição 311

Jornalistas kuaitianos reuniram-se em frente ao Ministério do Interior do país para protestar contra a detenção do correspondente da TV al-Arabia Adel Eidan. Ele foi preso depois de fazer matéria sobre um tiroteio envolvendo as forças de segurança do governo num subúrbio ao sul da capital. Eidan reportou que a polícia encontrou granadas de mão e armas num carro. Segundo ele, dois homens armados foram presos.

Logo depois de a matéria ser veiculada, a agência de notícias estatal Kuna publicou declaração do ministro do Interior negando a veracidade das informações e alegando que a matéria não era fundamentada. O repórter Nasser al-Abdali, do jornal al-Qabas, disse à AFP [6/1/05] que os jornalistas exigem que o governo solte Eidan. ‘Estamos aqui para protestar contra o abuso de autoridade de certas agências de segurança do Ministério do Interior’, afirmou.

A Sociedade para o Avanço da Democracia no Kuait divulgou declaração pedindo a libertação de Eidan e dizendo que ‘coisas desse tipo não deveriam acontecer no Kuait, um país de liberdade’.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem