Domingo, 22 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

MONITOR DA IMPRENSA > VIOLÊNCIA CONTRA JORNALISTAS

Produtor de TV ameaçado na Argentina

29/03/2005 na edição 322

A organização Repórteres Sem Fronteiras [22/3/05] alerta para as intimidações sofridas pelo produtor de TV argentino Daniel Otero, que trabalha no programa investigativo Puntodoc, na emissora Azul.

Desde que foi ao ar, em setembro do ano passado, uma edição sobre o município de Florencio Varela, ao sul de Buenos Aires, Otero tem recebido ameaças anônimas. O programa mostrava que faltava comida nas cantinas das escolas da cidade e que, quando estas recebiam alimentos, eles chegavam estragados. O prefeito de Florencio Varela, Julio Pereya, e o ex-presidente do Conselho Escolar Genaro Simioli eram apontados pelo programa como os culpados pela situação.

O filho de Otero, de 19 anos, foi espancado em dezembro do ano passado por sete homens – entre os agressores estava o filho do prefeito. Ao pedir ajuda à polícia, ele foi ignorado. Um outro jornalista que foi entrevistado para o Puntodoc também foi agredido, em fevereiro. No grupo de atacantes estavam o filho do ex-presidente do Conselho Escolar e um irmão de um dos membros do Conselho.

Otero recebeu mais uma ameaça no começo deste mês: a janela de seu carro foi quebrada e uma faca colocada em cima do banco. A juíza encarregada de investigar o ataque sofrido pelo filho do produtor se recusou a ouvir duas testemunhas e a receber o advogado da família, que só conseguiu ter acesso aos arquivos do caso quase dois meses depois da agressão.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem