Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

CADERNO DO LEITOR > IRAQUE

Produtora gravemente ferida por soldados americanos

06/01/2009 na edição 519

A produtora de TV iraquiana Hadeel Emad foi gravemente ferida por tiros disparados por soldados americanos, no Ano Novo, em Bagdá. O incidente ocorreu próximo a um posto de controle no bairro de Karrada. Segundo uma declaração do Exército dos EUA, a jornalista não prestou atenção a alertas da polícia iraquiana e de forças de segurança americanas e se comportou de maneira ‘estranha’.

‘Preocupados com o perigo que ela poderia representar às forças de segurança e aos civis, ao não responder aos alertas, os soldados atiraram, ferindo-a’, declarou o Exército. Segundo um porta-voz da emissora Beladi TV, onde Hadeel trabalha, ela não respondeu aos alertas pois tem problema auditivo. ‘Os soldados americanos atiraram para cima, mas ela não ouviu por causa de seu problema. Os soldados então atiraram nela e a bala entrou pelo peito e saiu pelas costas. Seu rim foi removido em uma cirurgia de emergência e seu fígado e estômago também foram atingidos’, afirmou o porta-voz.

A Beladi TV pertence ao ex-primeiro-ministro Ibrahim al-Jaafari. Hadeel, de 25 anos, havia casado uma semana antes. A organização internacional Repórteres Sem Fronteiras condenou o incidente e pediu que as autoridades militares expliquem suas ações. ‘Uma pessoa desarmada não responder imediatamente a um alerta não é razão para atirar nela’, declarou. O Exército dos EUA afirmou que foi aberta uma investigação sobre o caso. Informações da AFP [3/1/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem