Segunda-feira, 26 de Junho de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº946

MONITOR DA IMPRENSA > DISCRIMINAÇÃO

Programa de jornalismo processado por racismo

Por Leticia Nunes (edição), com Larriza Thurler em 19/02/2007 na edição 421

Após um processo aberto por uma estudante branca que foi rejeitada em uma faculdade americana, raça não será mais um critério para ingresso em alguns cursos de jornalismo nos EUA. A iniciativa parte de um acordo entre a instituição Center for Individual Rights e o Dow Jones News Fund, programa de estágios e bolsas a estudantes de jornalismo.

O Center for Individual Rights abriu uma ação no ano passado em nome de Emily Smith, de 16 anos, que alega ter sido inicialmente aceita em um workshop na Universidade Virginia Commonwealth (VCU, sigla em inglês), para ser rejeitada quando os patrocinadores do programa tomaram conhecimento de que ela era branca.

O acordo prevê que a VCU e a Dow Jones selecionem alunos ‘sem considerar raça’. Os programas também concordaram em afirmar publicamente que não oferecerão tratamento preferencial ou discriminatório ‘com base em critérios como raça ou etnia’.

A VCU concordou em pagar US$ 25 mil a Emily e matriculá-la no próximo programa. ‘Estamos muito felizes com a decisão’, afirmou a mãe da estudante. Terence Pell, presidente da Center for Individual Rights, afirmou que a decisão foi baseada em uma lei que estabelece que as universidades não podem executar programas que excluem membros de qualquer etnia ou raça.

Sem discriminação

Desde 1984, a VCU oferece um curso de duas semanas no qual alunos produzem um jornal. O programa é destinado a encorajar minorias a seguir a carreira jornalística. Pamela D. Lepley, porta-voz da VCU, afirma que o programa não mudará de foco. ‘O programa continuará, usando critérios que não levem em consideração raça para a seleção de alunos’, ressalta Ray Kozakewicz, porta-voz do Media General Inc., um dos patrocinadores do projeto. ‘O acordo é consistente com a prática do Dow Jones Newspaper Fund de encorajar jovens de todas as raças, culturas e habilidades físicas a ser jornalistas de sucesso’, afirmou a Dow Jones em declaração. Informações de Steve Szkotak [Associated Press, 14/2/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem