Quarta-feira, 20 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > EUROPA

Projeto do Google financia ideias para o jornalismo digital

05/05/2015 na edição 849
Tradução: Pedro Nabuco, edição de Leticia Nunes. Informações de Jane Martinson [“Google admits mistakes with news outlets as it announces new partnership”, The Guardian, 27/4/15], Ken Doctor [“Google to launch $150 M. partnership with publishers”, Capital New York, 27/4/15], James Cook [“Google is creating a new €150 million fund for journalism in Europe”, Business Insider, 27/4/15] e do Google [“The Digital News Initiative”]

Numa tentativa de responder às críticas que vem sofrendo na Europa, o Google anunciou uma parceria com oito grandes veículos europeus para criar novos produtos e ideias voltados ao jornalismo digital. A empresa abriu um fundo de 150 milhões de euros para financiar a iniciativa, batizada de Digital News Initiative (DNI). Inicialmente, participarão o jornal francês Les Echos, os alemães Frankfurter Allgemeine e Die Zeit, os britânicos Financial Times e The Guardian, o espanhol El País, o italiano La Stampa e a empresa holandesa NRC Media.

O dinheiro do fundo não irá diretamente para os veículos jornalísticos; será utilizado para ajudar as organizações de notícias a “pensar em novas ideias” para o jornalismo digital. O DNI focará em três áreas:

** Desenvolvimento de produtos: o Google e os publishers vão estabelecer um “grupo de trabalho” para possibilitar o diálogo e explorar o desenvolvimento de produtos que aumentem a receita, o tráfego e a interação com o público.

** Suporte para inovações: Serão gastos 150 milhões de euros para financiar projetos que criem inovações no jornalismo digital, como aplicativos e novas plataformas.

** Treinamento e pesquisa: o Google irá investir em treinamento e desenvolvimento de jornalistas e redações em toda a Europa para aprimorar suas habilidades digitais. A empresa também vai financiar a criação de novos institutos de pesquisa de mídia no continente, que trabalharão inspirados no modelo do instituto americano Pew Research Center.

Relações estremecidas

O novo projeto foi anunciado num momento de relações complicadas entre o Google e a União Europeia. A Comissão Europeia acusou a empresa, recentemente, de violações da lei antitruste. De acordo com a denúncia, o Google dava prioridade para seus produtos nos resultados de sua ferramenta de busca.

Outra questão de conflito foi a reação, em alguns países da Europa, ao agregador de notícias Google News. Na Espanha, o serviço foi removido depois de um intenso lobby que introduziu uma lei que obrigaria a empresa a pagar aos jornais cada vez que fosse colocado um link direcionando a eles.

De acordo com o Google, a criação desse projeto não tem relação com os conflitos dentro da União Europeia. A empresa afirma que já estava em negociação com os veículos jornalísticos há mais de um ano.

Segundo Carlo D’Asaro Biondo, chefe de relações estratégicas do Google, através do DNI a companhia irá trabalhar em conjunto com os publishers e as organizações de notícias para ajudar a desenvolver modelos de notícias sustentáveis. “Nós reconhecemos que as empresas de tecnologia e as organizações de notícias fazem parte do mesmo ecossistema de informação, e nós queremos fazer a nossa parte na busca por modelos sustentáveis de notícias”, declarou.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem