Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

ENTRE ASPAS > LUCRO NA REDE

Publicidade em alta estimula conteúdo gratuito

02/10/2007 na edição 453

Segundo dados divulgados pela Associação de Jornais da América, anúncios online em sítios de jornais tiveram aumento de 19,3% no segundo trimestre deste ano, comparado ao mesmo período do ano anterior. De olho nesta oportunidade, muitas páginas de internet estão optando por oferecer conteúdo gratuito a fim de atrair mais audiência e, conseqüentemente, mais anunciantes.


O SpiralFrog passou a oferecer gratuitamente seu serviço de downloads de música no dia 17/9. Em vez de vender as músicas por US$ 0,99, a idéia é lucrar mais com uma maior quantidade de anúncios. A NBC Universal, por sua vez, anunciou que irá tornar gratuito o download de seus programas e os retirou do iTunes, da Apple – que cobra em geral US$ 1,99 por episódio, sem comercial. Os arquivos das séries irão conter agora propagandas que não podem ser puladas.


A New York Times Co. encerrou na semana passada seu serviço pago TimesSelect, e tornará a maior parte do conteúdo do sítio disponível gratuitamente. O serviço, que custava US$ 7,95 por mês ou US$ 49,95 por ano, tinha quase 800 mil clientes. Na mesma semana, Rupert Murdoch, presidente-executivo da News Corporation, anunciou que está inclinado a tornar o sítio do Wall Street Journal gratuito, mas ainda não tomou a decisão final. O assinante paga uma taxa de US$ 99 por ano para ter acesso ao WSJ online. O sítio conta atualmente com um milhão de assinantes. Informações de Jake Coyle [Associated Press, 25/9/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem