Domingo, 16 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1041
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Publisher rejeita onda de jornais gratuitos

02/03/2004 na edição 266

Em debate com alunos da Medill School of Journalism da Northwestern University, o publisher do New York Times, Arthur Sulzberger Jr., demonstrou desprezo pela estratégia adotada por diversos diários de lançar jornais gratuitos para público jovem. ‘Acredito que eles degradam o leitorado. Não queremos nos tornar menos do que somos para atingir uma audiência que não atenderíamos bem’, concluiu, afastando a hipótese de que o Times poderia se aventurar nesse caminho, já trilhado por Chicago Tribune e Washington Post, por exemplo.

Sulzberger também negou que seu jornal poderia lançar versão em espanhol. Com relação às minorias, o que o Times tem feito é oferecer desconto na compra conjunta com um diário em língua chinesa. Sobre o futuro da International Herald Tribune, jornal editado em Paris que pertence agora exclusivamente ao Times (o Washington Post já teve metade das ações), o presidente explicou que não há intenção de mudar seu nome, tornando-a uma versão internacional do carro-chefe doméstico. ‘Achamos que a marca International Herald Tribune carrega um peso enorme, então vamos fazê-la crescer’.

Sulzberger ficou sério quando o assunto foi o escândalo do repórter-plagiador Jayson Blair. Em sua opinião, as reportagens de Blair só foram publicadas sem serem checadas porque no jornal havia um histórico de má administração. ‘Quando há 1.200 homens e mulheres – que é quanto há na redação do New York Times – o gerenciamento deixa de ser algo desejável para se tornar algo necessário’.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem