Domingo, 25 de Junho de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº946

MONITOR DA IMPRENSA > MUDANÇAS NO POST

Quando tamanho não é documento

02/03/2007 na edição 422

Os editores Leonard Downie Jr. e Phil Bennett anunciaram à equipe do Washington Post, na quarta-feira (28/2), novas diretrizes sobre o tamanho dos artigos do jornal. Os dois afirmam que o Post precisa ‘mostrar disciplina na escrita e no relato de histórias’. Na prática, o aviso é simples: precisão é bom, prolixidade é ruim. No memorando enviado a repórteres e editores são especificados seis tipos de matérias e o tamanho correto para cada uma delas. São fornecidas também instruções sobre como os profissionais podem mudar os hábitos diários de trabalho para atingir suas metas.


‘Nosso notável jornalismo vem em todos os tamanhos, incluindo longos textos que merecem cada linha. Mas por muito tempo nós confundimos tamanho com importância. Muitas vezes o resultado são matérias que os leitores não querem terminar’, explicam os chefes no início da mensagem, completando que, por esta razão, decidiram tomar uma postura de disciplina com relação ao tamanho dos textos a ser publicados no jornal. Segundo eles, é preciso seguir ‘diretrizes consistentes com o jornalismo de qualidade’ a ser oferecido aos leitores.


Os editores e repórteres são chamados a ‘estudar e seguir’ as diretrizes, entre elas a de que, para que o jornal seja dinâmico e atraente, é preciso misturar histórias grandes e pequenas em cada página. Para que a equipe não tenha dúvidas de quanto cada assunto vale, são especificados cada tipo de texto.


Um pequeno evento cabe em uma pequena nota; uma história que tem importância para os leitores, mas é baseada em um fato apenas, merece de seis a 15 polegadas (‘Nós frequentemente temos buracos de 12 polegadas no jornal. Vamos usá-los da melhor maneira possível’). Um evento com diversos níveis de informação pode chegar a 24 polegadas, e uma reportagem mais aprofundada, a 50 polegadas. Matérias investigativas extraordinárias ou em formato narrativo, ‘do tipo de revistas’, podem chegar a 80 polegadas.


Dicas


Os redatores devem levar em consideração cada palavra que colocam na página. Para eles, são dadas dicas como ‘cuidado com transições artificiais’ de um assunto para outro, ‘preste atenção aos personagens’, ‘evite repetições; não use três citações quando uma já basta’ e ‘seja cauteloso com adjetivações em excesso’.


Aos editores, pede-se que trabalhem com o objetivo de coordenar todos os processos da operação, mantendo o respeito às normas, ao orçamento e à diagramação. Eles têm o poder de pedir que matérias sejam reescritas por causa do tamanho desproporcional ao assunto e devem checar os espaços disponíveis nas páginas antes de determinar os cortes do dia. ‘O objetivo é estabelecer tamanhos de matérias que melhor se adequem às palavras e ao design’. Informações da Editor & Publisher [28/2/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem