Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ENTRE ASPAS > CANADÁ

Rede social do Google acusada de violar privacidade

18/02/2010 na edição 577

A rede social Buzz, do Google, não foi bem recebida no Canadá. Em seu lançamento, na semana passada, a empresa foi acusada pela comissária de privacidade do país, Jennifer Stoddart, de violação das leis de privacidade. ‘Tivemos uma onda de protestos no Gabinete da Comissão de Privacidade e também temos dúvidas se o Google Buzz irá cumprir os requisitos da legislação canadense’, afirmou, em declaração.


Os mais de 146 milhões de usuários do serviço de correio eletrônico Gmail foram automaticamente direcionados para uma rede de ‘seguidores’, com base nos contatos mais acessados em seus e-mails ou chats online, sem nenhum tipo de alerta. Muitos internautas reclamação da intrusão e rapidamente desativaram a novidade. Após a queixa oficial canadense, o Google emitiu desculpas públicas e apresentou mudanças para tentar diminuir as críticas. O gabinete, no entanto, ainda tem que determinar se as alterações serão satisfatórias.


Esta não é a primeira polêmica sobre privacidade no Canadá. No ano passado, o Facebook concordou em assegurar mais privacidade a seus usuários em todo o mundo, após o comissariado questionar a política da empresa de deter informações pessoais de contas desativadas, o que viola as leis de privacidade do país. O Facebook foi, ainda, acusado de não restringir adequadamente o acesso de desenvolvedores de software a informações pessoais que os usuários disponibilizam em suas páginas. No mês passado, o gabinete de Jennifer abriu uma nova investigação sobre a popular rede social após receber novas reclamações de usuários. Informações da AFP [17/1/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem