Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DA IMPRENSA > ORIENTE MÉDIO

Rede israelense proíbe anúncio com nomes de crianças mortas em Gaza

Por lgarcia em 24/07/2014 na edição 808

Tradução e edição: Leticia Nunes. Informações de Harriet Sherwood [“Israel bans radio advert listing names of children killed in Gaza”, The Guardian, 24/7/14] e de Gili Izikovich [“Israeli agency bans radio clip naming children killed in Gaza”, Haaretz, 24/7/14] 

Um anúncio de rádio da ONG de direitos humanos B’Tselem foi banido da programação da Autoridade de Radiodifusão de Israel (IBA) por ser, segundo a rede estatal de rádio e TV, “politicamente controverso”. O anúncio listava os nomes de algumas das crianças mortas em Gaza no mais recente conflito entre palestinos e israelenses, que teve início há pouco mais de duas semanas.

A ONG israelense pretende levar a questão à Suprema Corte, já que seu apelo para que a proibição fosse revertida foi negado. A IBA alega que não permite a veiculação de anúncios de cunho político.

A B’Tselem questionou o que seria controverso sobre a peça. “É controverso que as crianças não estejam vivas? Que elas sejam crianças? Que estes sejam seus nomes? Estes são fatos que nós gostaríamos de levar ao conhecimento do público”, dizia o pedido de apelação.

Sem cobertura

A organização lembrou ainda, em declaração, que mais de 600 pessoas foram mortas em bombardeios em Gaza, e mais de 150 delas eram crianças. “Mas, com exceção de uma breve divulgação do número de mortes, a mídia israelense abstém-se de cobri-las”. Sobre a proibição do anúncio, a B’Tselem afirmou que, ao considerar controverso listar os nomes das crianças mortas, a IBA sugere que “o alto preço pago pelos civis em Gaza, muitos deles crianças, deve ser censurado”.

De acordo com números de organizações humanitárias internacionais, mais de 70 mil crianças já foram obrigadas a deixar suas casas por causa do conflito. O número de partos prematuros dobrou na região, por conta do medo e de distúrbios psicológicos provocados pela ofensiva militar.

O anúncio proibido: 

 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem