Repórter escreve carta de desculpas a premiê iraquiano | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

CADERNO DO LEITOR > SAPATOGATE

Repórter escreve carta de desculpas a premiê iraquiano

19/12/2008 na edição 516

Muntazer al-Zaidi, o jornalista preso por arremessar seus sapatos no presidente dos EUA, George W. Bush, escreveu ao primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, para se desculpar pelo incidente. A informação é do gabinete de Maliki. Segundo o assessor de imprensa do premiê, Yassin Majid, a carta, em que é pedido o perdão do líder iraquiano, foi escrita a mão.


O juiz que investiga o caso negou fiança ao repórter de 29 anos, que trabalha na emissora de TV al-Baghdadia. Segundo o juiz, a decisão é para a segurança de Zaidi, que estaria, ao contrário do que foi divulgado, em boa condição de saúde. Durante a semana, surgiram informações de que o jornalista teria sido espancado; de acordo com o juiz, ele sofreu ferimentos apenas no momento da prisão, já que foi agarrado pelos seguranças.


Zaidi jogou os sapatos em Bush – que conseguiu desviar do ataque – durante uma coletiva de imprensa conjunta com o premiê do Iraque. O presidente americano se despedia do país após uma visita oficial. Segundo parentes e colegas do jornalista, ele agiu daquele modo porque ‘detesta’ os EUA e Bush. Pela agressão, Zaidi pode ser condenado de cinco a 15 anos de cadeia. Atirar os sapatos em alguém é uma das maiores ofensas entre muçulmanos – significa que a pessoa é suja como a sola de um sapato. Informações de Karim Talbi [AFP, 18/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem