Sábado, 07 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1066
Menu

ENTRE ASPAS >

Repórteres devem ter nariz de elefante, diz líder tibetano

29/07/2009 na edição 548

Em uma palestra na Universidade de Varsóvia, o líder espitirual do Tibete, Dalai Lama, declarou que jornalistas devem ter ‘nariz de elefante’ ao buscar informações para o bem da sociedade. ‘Eu sempre digo, quando encontro alguém da imprensa, que é preciso ter longos narizes como os dos elefantes e que eles devem conseguir cheirar também para os lados e para trás’, afirmou para uma platéia formada em grande parte por estudantes.


Dalai Lama também disse que as autoridades chinesas deveriam permitir a liberdade de imprensa. ‘Em um regime totalitário como o da China, há muita censura e nenhuma liberdade de informação – isso não é apenas moralmente errado, no fim das contas é também uma fonte de pobreza’, afirmou. ‘[Quando] toda a informação é bloqueada, como você consegue desenvolver a confiança? Sem confiança, como pode haver harmonia, amizade? É impossível’.


Exílio


Dalai Lama, hoje com 74 anos, vive em exílio na Índia desde que deixou o Tibete, em 1959, após um levante frustrado contra o governo chinês – que havia invadido o país nove anos antes. A viagem à capital da Polônia teve início na segunda-feira [27/7] e deve durar três dias, e Dalai Lama receberia a cidadania honorária da cidade. Nesta terça-feira [28/7], ele visitou um museu dedicado ao Levante de Varsóvia, em 1944, quando a resistência polonesa enfrentou as tropas nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Informações da AFP [28/7/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem