Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > CRISE NO JORNALISMO

Reuters corta empregos em reestruturação

09/11/2004 na edição 302

A agência de notícias Reuters anunciou uma reorganização das suas atividades e operações editoriais – incluindo mudanças de locações, em sua maioria para o sudeste asiático – com o objetivo de reduzir custos, aumentar a eficácia e concentrar operações globais ao redor de um numero menor de eixos.

O departamento editorial não foi excluído da reestruturação gigante do grupo, que visa um corte total de 440 milhões de libras nos gastos em todo o mundo. As operações editoriais e gráficas serão concentradas em Cingapura, conforme informou Gautam Malkani [The Financial Times, 4/11/04].

Também o departamento de noticias em formato online será consolidado apenas em Toronto, no Canadá, e os resultados de esportes britânicos serão terceirizados. Os funcionários que não forem enviados para os novos centros poderão ser demitidos caso não sejam achados novos cargos para eles. O maior programa de redução do grupo acarreta uma perda de três mil empregos num total de 16 mil, com pelo menos 200 em cargos editoriais.

Os escritórios que funcionam como centros do grupo serão reduzidos de 18 cidades para apenas quatro. Um dos principais novos centros é o de Bangalore, na Índia, onde a Reuters anunciou, no mês passado, o intuito de dobrar o número de jornalistas. O escritório do grupo em Washington deve ser um dos que irá mudar para Bangalore.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem