Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

MONITOR DA IMPRENSA > CELULAR

Reuters planeja ampliar projeto de jornalismo móvel

10/06/2008 na edição 489

A Reuters planeja ampliar seu projeto de jornalismo móvel, em parceria com a Nokia, a todos os seus repórteres e a personalidades de diversas áreas, como esportes, arte, moda e política. Por meio da iniciativa Reuters Mobile Journalism, a agência de notícias já faz uso de aparelhos especiais para possibilitar que jornalistas produzam e publiquem matérias e conteúdo multimídia diretamente de telefones celulares.

Segundo Ilicco Elia, gerente de produtos móveis da Reuters, o plano de aumentar o uso de celulares para reportagens não prevê demissões, pois os aparelhos terão a função de fornecer conteúdo adicional, e não de substituir serviços básicos de apuração e filmagem. ‘Gostaríamos de dar um aparelho para todos os nossos jornalistas e para outras pessoas que não são jornalistas. Por exemplo, entregar o aparelho para um atleta famoso e pedir para que ele entreviste alguém que ache interessante. Isto não irá substituir a tecnologia que nossos cinegrafistas usam. A qualidade [da imagem do celular] não é boa o suficiente para substituir o trabalho de um cinegrafista profissional’, explica.

A Nokia estima que celulares tenham câmeras de alta resolução em um prazo de cinco a dez anos. Atualmente, a qualidade do vídeo não é suficiente para ser usada em todas as plataformas de mídia. ‘Os aparelhos que estamos usando nos dão bons resultados para a internet, mas não para a TV. Entretanto, há algumas situações [de notícias] em que aceitamos uma qualidade inferior por conta do conteúdo’, diz Elia. Informações de Laura Oliver [Online Journalism News, 3/6/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem