Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Revistas ainda faturam com separação de atores

22/02/2005 na edição 317

Cinco semanas depois da separação dos atores Brad Pitt e Jennifer Aniston, as revistas americanas especializadas em cobrir a vida das celebridades continuam a lucrar alto com o assunto. A Us Weekly tem estampado o casal na capa de todas as suas edições, e já chegou à marca de 1.25 milhão de cópias vendidas por semana. A editora da revista acaba de publicar um livro sobre o tema: Brad & Jen: The Rise and Fall of Hollywood´s Golden Couple (Brad e Jen: ascensão e queda do casal de ouro de Hollywood) chegou às livrarias dos EUA na semana passada. ‘Qualquer indício de que eles possam voltar a ficar juntos ou de que eles estão seguindo em frente com suas vidas é fascinante para nossos leitores’, diz Sheryl Berk, editora-chefe da Life & Style. Segundo ela, a separação de ‘Brad e Jen’ é tão interessante porque as mulheres se identificam com a atriz. ‘As pessoas queriam que ela encontrasse o amor verdadeiro em Friends e querem que ela o encontre na vida real também’, conclui. Informações de Karen Thomas [USA Today, 15/2/05].



Britney se irrita com fotos

Britney Spears declarou guerra à revista Us Weekly, que publicou fotos da lua de mel da cantora, em Fiji. A matéria de capa, sob a manchete ‘O Álbum Íntimo de Britney!’, trazia cinco páginas com fotos do casal relaxando e tomando café da manhã na praia. Logo depois da publicação das imagens, a cantora divulgou nota condenando a atitude da revista. ‘Kevin [Federline] e eu escolhemos um resort onde nos prometeram privacidade absoluta. Infelizmente, permitimos que membros da equipe do hotel nos fotografassem, depois que nos foi garantido que as fotos não seriam tornadas públicas’, declarou ela, dizendo ainda que outras revistas, que também receberam a proposta das fotos, entraram em contato com o casal e se negaram a publicá-las. ‘Kevin e eu agradecemos a estas revistas por respeitarem nosso direito à privacidade’. Em nota divulgada para a AP [18/2/05], a Us Weekly duvidou do real motivo de indignação de Britney. ‘Vindo de uma celebridade que vendeu fotos de seu casamento e de sua enteada, parece difícil que a questão aqui seja privacidade. Britney Spears deveria criar uma revista, se quer tanto controlar sua própria cobertura’.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem