Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > TELETIPO

Seul bloqueia propaganda norte-coreana na internet

30/11/2004 na edição 305

A decisão do governo sul-coreano de bloquear o acesso a cerca de 30 sítios de propaganda da Coréia do Norte foi criticada pela organização Repórteres Sem Fronteira [25/11/04], que a considera uma afronta à liberdade de expressão. Segundo o ministro das Telecomunicações da Coréia do Sul, Chung Dae-soon, o bloqueio foi aprovado por uma comissão de ética que considerou que o conteúdo das páginas viola a lei de segurança nacional – a mesma utilizada com freqüência desde 1948 para prender jornalistas comunistas. Ironicamente, a ditadura de Pyongyang classificou a censura de ‘inédita supressão fascista’, ‘contrária às exigências da era da internet’. A declaração parece mais uma piada, vinda de um país em que os cidadãos comuns não têm permissão para acessar a rede, cujo uso é exclusividade de um punhado de privilegiados pelo regime.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem