Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > JORNALISMO EM CRISE

Sindicato protesta contra alto salário de executivos

30/03/2010 na edição 583

O Boston Newspaper Guild, sindicato que representa a maior parte dos funcionários do diário americano Boston Globe, faz campanha contra os pacotes de remuneração recebidos por dois altos executivos da New York Times Company, proprietária do jornal. No ano passado, a companhia ameaçou fechar o Globe caso funcionários e sindicatos não concordassem em abrir mão de US$ 20 milhões em salários e benefícios. Recentemente, foi divulgado que o presidente da Times Co, Arthur Sulzberger Jr, e a executiva-chefe Janet Robinson teriam sido excessivamente pagos no mesmo período.

‘Não é preciso dizer que consideramos um insulto, mas também nos sentimos traídos com o fato de vocês terem obtido tal lucro em um momento em que tantos de seus funcionários perderam tanto’, diz um rascunho da mensagem, que circulou entre membros do Boston Newspaper Guild na semana passada. O sindicato quer que os funcionários do Globe assinem uma carta de repúdio à alta remuneração dos executivos – que inclui salário, bônus, opções de ações e contribuições de aposentadoria. De acordo com dados da Securities and Exchange Commission, Janet recebeu US$ 4,8 milhões em 2008 e US$ 6,3 milhões em 2009. Sulzberger, que também é publisher do diário New York Times, recebeu US$ 6 milhões no ano passado, contra US$ 2,3 milhões em 2008. As informações são do Boston Globe [27/3/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem