Domingo, 17 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº991
Menu

MEMóRIA > TURQUIA

Sítios protestam contra censura na internet

28/08/2008 na edição 500

Um tribunal turco suspendeu uma proibição ao sítio de compartilhamento de vídeos YouTube depois que centenas de sítios se auto-bloquearam em protesto ao aumento da censura na internet no país. O acesso ao YouTube havia sido bloqueado em maio, por conta de vídeos que, as autoridades consideraram, insultavam Mustafa Kemal Atatürk, fundador do Estado turco moderno.


O protesto online reuniu 412 blogs e sítios de internet. Eles fecharam seus conteúdos temporariamente depois que ativistas revelaram que 853 sítios na Turquia estão hoje bloqueados por conta de ordem judiciais. Internautas que tentassem entrar nos sítios participantes do protesto encontravam uma mensagem dizendo que ‘O acesso a esta página é negado por decisão própria’, em referência aos sítios banidos pelas autoridades, que continham a mensagem ‘O acesso a este sítio é impedido por uma ordem judicial’.


Pelo código penal turco, páginas de internet podem ser bloqueadas sob o artigo 5651, por conta de ofensas que incluem insultos a Atatürk, pornografia infantil e promoção do suicídio. O YouTube foi banido pela primeira vez em março de 2007 depois que usuários gregos postaram vídeos sugerindo que Atatürk era homossexual. Informações de Robert Tait [The Guardian, 26/8/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem