Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ENTRE ASPAS > TERÇA-FEIRA, 9/2

Suspeita de atentado político em incêndio em rádio

Por Leticia Nunes (seleção de textos) em 09/02/2010 na edição 576


Leia abaixo a seleção de terça-feira para a seção Entre Aspas.


 


************


Folha de S. Paulo


Terça-feira, 9 de fevereiro de 2010


 


AMAZONAS


Polícia investiga se incêndio em rádio foi atentado político


‘Dois homens ainda não identificados atearam fogo ontem à sede de uma emissora de rádio FM em Coari (AM). Um inquérito já havia sido aberto para investigar duas outras tentativas de incêndio contra a emissora.


‘Nossa hipótese principal é atentado político, porque a rádio vinha denunciando o atual poder’, disse o escrivão João Moraes, da Polícia Civil. A emissora pertence ao empresário Aguinaldo Mendes. Ele disse que a rádio vinha criticando o prefeito Arnaldo Mitouso (PMN), que não pagou o 13º salário dos cerca de 8.000 servidores.


Mitouso assumiu o cargo em setembro. Ele não foi localizado ontem. O representante da Prefeitura de Coari em Manaus, Wilson Cavalcante, disse que ‘não existe nada pessoal do prefeito com essa rádio, a não ser na época da eleição. Isso [o incêndio] deve ser investigado por peritos. Mitouso não faria isso’.’


 


 


TODA MÍDIA


Nelson de Sá


Sem medo do passado


‘Sob o título acima, domingo dos jornais ‘O Globo’ e ‘O Estado de S. Paulo’, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso escreveu que, ‘se o lulismo quiser comparar, a briga é boa. Nada a temer’.


Ontem, manchete do ‘Estado’, ‘Governo sai em bloco para responder a FHC’. Depois, manchete no G1, no UOL e em outros portais, ‘Dilma não é líder, é reflexo de um líder, afirma FHC’.


Sob o título ‘Um artigo certo no momento errado’, o blog de Reinaldo Azevedo na Veja.com comentou: ‘Seu legado tem que ser defendido? Eu acho que tem. Mas há o momento certo para saltar para o primeiro plano’. Por outro lado, sob o título ‘FHC-Serra, uma relação delicada’, o blog de Luis Nassif no portal iG comentou: ‘Goste-se ou não, FHC é a única voz da oposição. Ocupou o espaço porque há um vácuo no PSDB que não foi preenchido’.


À ÁFRICA


O ‘Financial Times’ publica hoje ‘Brasil entra na briga pelos recursos da África’, em que Richard Lapper relata as visitas de Lula e a multiplicação das exportações de alimentos e das importações de petróleo de Nigéria e Angola (quadro acima). Além da ligação histórica e cultural, o ‘modelo’ de redução da pobreza aproximou o Brasil da África.


O jornal cita a posição da Odebrecht como maior empregador em Angola e a recente entrada da CSN em Moçambique, seguida nos próximos dias pela Vale na cidade de Tete, que vive uma ‘corrida do ouro’. Roger Agnelli, da Vale, afirma que ‘a África é o futuro dos recursos naturais do mundo, junto com a América do Sul’.


A RECONQUISTA DO IRAQUE


Em destaque no site de notícias internacionais Global Post, o correspondente Seth Kugel escreve que as ‘Exportações do Brasil para o Iraque explodiram no último ano e o frango lidera o ataque’. Também entram na conta carne, açúcar, tratores e escavadoras


DE VOLTA A LOBATO


A Bloomberg destacou ontem que a Petrobras ‘está acelerando um programa de exploração no Recôncavo, onde o Brasil encontrou seu primeiro petróleo, em 1939’.


ATAQUE AO EURO


Na manchete on-line do ‘FT’, ontem, ‘Especuladores fazem aposta de 8 bilhões de euros contra o euro’, sobre a movimentação com a moeda europeia.


Em entrevista ao site Exame, o economista-chefe do banco Goldman Sachs, Jim O’Neill, que criou o acrônimo Bric, aconselhou os investidores brasileiros a tomarem consciência dos ‘problemas da Europa e dos Estados Unidos’, mas não espera ‘default’ ou moratória de nenhum dos países do que chama de ‘Club Med’ (Portugal, Itália, Grécia e Espanha). Aliás, afirma que ‘é muito inapropriado chamar esses países de Pigs’.


ECONOMIA SE MOVE


Mohamed El Erian, que dirige o fundo Pimco, voltou a ocupar o alto das buscas de Brasil, em entrevista à TV Bloomberg, detalhando por que ele ‘prefere títulos do Brasil e moeda da China’, destaque da agência. A razão principal é a ‘expectativa de que vão sobrepujar as economias desenvolvidas em riqueza’. Do Brasil, ele gosta em especial da postura de ‘falcão’ do Banco Central.


Já o ‘China Daily’ destacou que Howard Davies, diretor da London School of Economics, declarou que a economia mundial ‘está se movendo para a Ásia muito rapidamente’ e saudou a criação do G20, porque países como China, Índia e Brasil ‘agora formam uma parte imensamente importante da economia global’.


AINDA NÃO


O colunista do ‘New York Times’ Paul Krugman, Nobel de economia, escreveu sobre o ‘fim do reino da América como maior nação do mundo’, ironizando: ‘Imaginávamos que, quando viesse, seria grandioso e trágico’. E não como agora, com a paralisação do Congresso por interesses locais. ‘A América ainda não está perdida. Mas o Senado está se esforçando’.


MENSAGEM


Na manchete do mesmo ‘NYT’, grandes bancos americanos, ‘em mensagem aos democratas, enviam dinheiro aos republicanos’. Em reação ao projeto de maior controle do sistema, apoiado por Obama, o mais democrata dos bancos, JP Morgan Chase, recusou apelos do partido e só deu dinheiro aos republicanos, para as eleições parlamentares deste ano.’


 


 


INTERNET


Jornais alemães cobram por conteúdo on-line


‘Os jornais ‘Berliner Morgenpost’ e ‘Hamburger Abendblat’, que pertencem ao grupo Axel Springer (proprietário do tabloide ‘Bild’ e do ‘Die Welt’), vão cobrar pelo acesso ao conteúdo em seus sites, seguindo uma tendência que vem ganhando força no setor. No mês passado, o ‘New York Times’ anunciou que, em 2011, cobrará pelo material on-line a partir de uma certa quantidade de textos lidos.’


 


 


FUTEBOL AMERICANO


Super Bowl crava novo recorde de audiência


‘Os EUA pararam para ver a vitória do New Orleans Saints contra o favorito Indianapolis Colts (31 a 17) na final do 44º Super Bowl, ontem, em Miami.


Primeiro título da história dos Saints, a final da NFL foi vista por 106,5 milhões de telespectadores, a maior audiência da TV dos EUA, batendo o recorde que pertencia ao episódio final da série ‘M*A*S*H’, assistida por 105,97 milhões de americanos em 1987.


O New Orleans Saints, que tem impulsionado a reconstrução de Nova Orleans após os estragos do furacão Katrina em 2005, ganhou a simpatia do torcedor americano (com exceção do de Indianápolis) e contava até com o declarado apoio do presidente Barack Obama.


Em campo, o jogo tinha pitadas de drama, suspense e superação, bem ao gosto do público americano: a equipe do quaterback Drew Brees (eleito melhor da partida) saiu perdendo de 10 a 0 no primeiro quarto para obter a histórica virada no final.


Antes, a maior audiência do Super Bowl pertencia ao confronto do ano passado, quando o Pittsburgh Steelers bateu o Arizona Cardinals para 98,7 milhões de espectadores.


Com show do The Who no intervalo, o Super Bowl mais uma vez foi um sucesso comercial: cada um dos anunciantes pagou US$ 3 milhões por 30 segundos de propaganda.’


 


 


TELEVISÃO


Laura Mattos e Clarice Cardoso


Comentarista critica Band no ar e tem o contrato rompido


‘O polêmico ex-árbitro e comentarista de futebol Oscar Roberto Godói, conhecido por atribuir aos gols os bordões ‘carimba’ e ‘não carimba’, teve seu contrato rompido pela Band na quinta-feira.


Na quarta, ele havia criticado a direção da emissora no ar, durante a transmissão de Corinthians x Ponte Preta. Quando o narrador Luciano do Valle comentou que um telespectador o havia elogiado por e-mail, Godói disse: ‘Que bom, porque da direção a gente não tem isso’.


Com seu conhecido estilo ranzinza, o ex-árbitro contou à Folha que seu contrato iria até agosto, pós-Copa do Mundo, que será transmitida pela Bandeirantes e pela Globo.


Questionado sobre o motivo de sua saída, ele respondeu: ‘Não, não, não. Conversar sobre demissão? Não, não, não’.


Oficialmente, a Bandeirantes afirmou ontem que ‘a saída do Godói foi motivada por uma renovação de quadro’.


O ex-árbitro e Valle nem sempre foram ‘melhores amigos’. Em 2008, o narrador criticou Godói em um programa de uma emissora de TV de Pernambuco. ‘Na minha condição de jornalista, não estão o [ex-jogador e comentarista] Neto e o Godói. (…) Não adianta ir na onda deles. Eles só querem bagunça, querem audiência.’


No YouTube, faz sucesso um vídeo no qual o ex-árbitro xinga o goleiro do Corinthians, Felipe, com palavrões, na transmissão de um jogo, em julho.


FASHION TV


A Rede TV! aposta em vinhetas (vídeos curtos que anunciam a programação) para fisgar a audiência. A ideia é mudar a programação visual a cada estação do ano, ‘com cores e tendências diferentes’. Designers da emissora buscaram referências na São Paulo Fashion Week para o outono e o inverno e pretendem também convidar estilistas para palpitar.


PLANO MIRABOLANTE


Segundo Vik Junod, gerente que cuida das vinhetas, cada programa terá chamadas próprias -a do ‘Brothers’, por exemplo, será com bonecos de Supla e João Suplicy-, que irão ao ar em horários estratégicos. ‘Exibimos enquanto outras emissoras levam ao ar programas para o mesmo público e, assim, atraímos quem muda de canal durante os intervalos.’


BONS TEMPOS


A Cultura enviou Beth Carmona ao KidScreen, evento sobre entretenimento infantil, a ser realizado em Nova York de amanhã até sexta. Ela dirigiu a Cultura na ‘era de ouro’, da produção do ‘Castelo Rá-Tim-Bum’, e voltou como consultora de programação infantojuvenil. Quer trazer dos EUA ideias para futuras produções.


DUAS MEDIDAS


Enquete no site de ‘Viver a Vida’: ‘O beijo de Helena [Taís Araújo] e Bruno [Thiago Lacerda] dá motivos a Marcos [José Mayer] para a separação?’. A questão só não leva em conta um ‘detalhe’: na hora do beijo, Marcos estava na cama com Dora (Giovanna Antonelli).’


 


 


Lúcia Valentim Rodrigues


TV paga traz os novos mistérios da última temporada de ‘Lost’


‘Um clima agridoce está no ar. A chegada da última temporada de ‘Lost’, a partir de hoje no AXN, traz sinais de recomeço para os atores da série. Muitos tiveram de se mudar para o Havaí, onde acontece a maior parte das gravações. Agora, precisam inventar novos rumos.


Evangeline Lilly, que interpreta a descabelada Kate, diz que vai ‘voltar a viver’. ‘Sinto que estava tudo suspenso. Não tenho planos concretos. Sou oportunista. Vou aonde os ventos me levam’, diz, querendo investir na carreira de escritora e em projetos humanitários.


Para Jorge Garcia, vai ser difícil deixar ‘Lost’ de lado. Diz que vai voltar a fazer comédia, mas incorporando algo de Hurley no espetáculo. ‘Somos muito parecidos. Afinal, preenchi o que não sabia da história dele com pedaços de mim.’


Na série, o futuro aos roteiristas pertence. Terry O’Quinn, que vive John Locke e vai ser responsável pelas maiores reviravoltas, não entrega nada: ‘Não tenho respostas. Apenas vejo o fim se aproximar e fico filosófico. É como um bom livro, que você não quer ler o final’.


Os fãs parecem não concordar com o ator. Querem ver o fim o quanto antes. A estreia do seriado vazou na internet antes da exibição nos EUA e congestionou os sites de downloads. Sabendo disso, Damon Lindelof e Carlton Cuse adiam a solução dos mistérios. O episódio de estreia só adiciona perguntas às muitas dúvidas já existentes. É o princípio do fim, mas vai ser bem animado.’


 


 


 


************


O Estado de S. Paulo


Terça-feira, 9 de fevereiro de 2010


 


INTERNET


Google retirará obras francesas de seu catálogo


‘O Google vai retirar mais de cem obras francesas que tinham sido incluídas em seu catálogo de livros digitais. Um porta-voz do grupo americano confirmou ontem a notícia que havia sido publicada pelo jornal francês Le Figaro. De acordo com a publicação, o Google já recorreu da decisão do Tribunal de Grande Instância de Paris, que condenou a empresa por falsificação de direitos autorais. O ministro francês de Cultura Frédéric Mitterrand, que visitará a sede do Google, anunciou que vai propor ‘um intercâmbio de arquivos sem confidencialidade nem exclusividade, com transparência e respeito aos autores’.’


 


 


TELEVISÃO


Keila Jimenez


Rio vira minissérie


‘Praça forte da Record em audiência, o Rio de Janeiro será tema de uma minissérie na rede ainda este ano. Nada de tiroteios nos morros, arrastões nas praias nem assaltos na linha vermelha. O Rio legal, de gente bonita e paisagens à Manoel Carlos será o foco da produção da Contém Conteúdo, projeto já aprovado na emissora.


Com 13 episódios, a produção pretende pegar o embalo da Copa da 2012 e da Olimpíada e focar no clima das praias cariocas, regadas a gente bonita e muito esporte. A trama terá como protagonistas jovens com idades entre 20 e 35 anos em histórias que se cruzam na cidade maravilhosa.


‘A minissérie quer fazer parte de um movimento de restabelecimento da imagem do Rio, de recuperação do prestígio da cidade’, fala Adolfo Rosenthal, um dos sócios da Contém Conteúdo. ‘Essa produção terá todas as belezas do Rio de Janeiro, além de um formato exportação. Queremos comercializá-la lá fora.’


De olho nesse mercado, a minissérie sobre o Rio terá um núcleo de atores internacionais. Apesar de aprovada no ano passado, a minissérie tem previsão de estrear na Record só no fim do ano.’


 


 


Entrelinhas


‘Diretor tão famoso quanto os apresentadores do Hoje em Dia, Vildomar Batista foi afastado ontem, sem maiores explicações, do programa da Record. Em seu lugar entrou Bruno Garcia, de A Fazenda. Vildomar segue com contrato, mas sem função na emissora.


Silvio Santos venceu Gugu em audiência no domingo novamente: 11 pontos, ante 9 pontos da Record. No entanto, divertido é ver o SBT divulgar a vitória avisando que o patrão venceu o Domingo Legal. Detalhe: SS venceu o Programa do Gugu, o Domingo Legal segue no SBT, com Celso Portiolli.


A transmissão do carnaval na Globo este ano terá uma novidade: o Troféu Globeleza. Por meio de uma votação do público na internet e de jurados convidados, serão eleitos os melhores da folia em cinco categorias, durante os desfiles das escolas de samba em São Paulo e no Rio.


As categorias são: melhor samba-enredo, comissão de frente, bateria, mestre-sala e porta-bandeira, fantasias e alegorias. A Globo ainda não sabe quando nem onde entregará os troféus aos ganhadores.


A Band ficou em segundo lugar em audiência anteontem durante a transmissão de São Paulo X Santos. Registrou média de 8 pontos de ibope no horário.


A sociedade acabou, mas a MTV Brasil continua tendo prioridade na compra de atrações da MTV americana, como a premiação Video Music Awards.’


 


 


 


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem