Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

ENTRE ASPAS >

Tabloides preenchem lacuna deixada pelo News of the World

Por lgarcia em 20/07/2011 na edição 651

Os proprietários dos tabloides britânicos estão sorrindo de orelha a orelha com o fim do News of the World. No último domingo, 17, mais de dois milhões de leitores do jornal da News Corp, extinto uma semana antes, recorreram a seus rivais. Os números ainda devem ser confirmados, mas especula-se que o Mirror tenha vendido 730 mil cópias extras, comparado à semana anterior. Os jornais de domingo têm apenas um período curto para capitalizar diante da saída do tabloide líder de mercado. O News of the World vendeu média de 2,67 milhões de cópias por semana em junho, sendo o dominical com maior circulação no Reino Unido.

Uma campanha nacional na TV ajudou o jornal do grupo Trinity Mirror a aumentar as vendas em 60%, para 1,9 milhão de cópias. Na corrida para preencher a lacuna deixada pelo tabloide de Rupert Murdoch, People, Mail on Sunday, Sunday Express e Daily Star Sunday também lançaram campanhas agressivas com uma mistura de marketing extra e diminuição de preço para atrair ex-leitores do News of the World.

Mas Murdoch não deve assistir às mudanças no mercado de tabloides de braços cruzados. Há rumores de que a News International, subsidiária britânica da News Corp, esteja preparando uma edição dominical do Sun, seu outro tabloide, a ser lançada em meados de agosto, para coincidir com o começo da temporada de futebol.

Segundo a previsão de analistas, o Mail on Sunday deverá ser, a longo prazo, o principal beneficiário do fechamento abrupto do News of the World. O jornal registrou aumento de 30% nas vendas, para 2,6 milhões de cópias. Já o Daily Star Sunday dobrou sua tiragem, em uma semana, para mais de 1 milhão de cópias, e lançou a revista OK! Extra para atrair novos leitores. As vendas do Sunday Express aumentaram 25%, para 700 mil. Especula-se que People, do Trinity Mirror, tenha ganhado 380 mil leitores, atingindo 900 mil cópias pela primeira vez desde 2005.

Os jornais no formato tradicional, chamados de broadsheet, foram os que menos se beneficiaram com o fechamento do News of the World. Segundo dados não oficiais, o Sunday Times registrou aumento de 2,8% nas vendas; o Independent on Sunday, de 3%; o Sunday Telegraph, de pouco mais de 3%; e o Observer, de 6%. Informações de Josh Halliday [The Guardian, 19/7/11].

***

Leia também

Tabloide se despede em tom sentimental

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem