Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº991
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > CRISE DOS JORNAIS

Truque para aumentar a circulação

18/01/2005 na edição 312

Importantes jornais americanos, como Miami Herald, Wall Street Journal e Boston Globe, que têm grande parte de sua renda proveniente da venda de anúncios publicitários, estão distribuindo assinaturas gratuitas para manter um índice de circulação favorável. Segundo análise do New York Times [10/1/05], pelo menos 1,6 milhão de pessoas não pagam e não solicitaram a assinatura, mas são classificadas como assinantes pagantes.

Segundo Jacques Steinberg e Tom Torok, do Times, isso é possível por uma mudança na regulamentação da indústria jornalística – que antes não permitia que os jornais distribuídos de graça fossem contabilizados na circulação total de um jornal. Ao fazer a análise dos dados da Audit Bureau of Circulations, o Times descobriu que os jornais que distribuem edições de domingo gratuitamente conseguiram manter a queda de circulação em 0,2%. Contudo, se forem levadas em conta apenas os exemplares realmente pagos, a queda fica em quase 2%. Este número seria ainda maior se fossem eliminados os exemplares distribuídos a programas de educação.

A luta para manter bons índices de circulação tem sido dura para os jornais em que a venda de publicidade é orientada por esse índice. Além disso, a indústria perde anunciantes para outras mídias, como TV e internet.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem