Domingo, 15 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1067
Menu

ENTRE ASPAS >

Você confiaria em Jayson Blair?

25/08/2009 na edição 552

Você receberia orientações de Jayson Blair, repórter do New York Times demitido por plagiar textos e inventar personagens? Pois dar conselhos é a nova função do controverso jornalista, que ficou famoso em 2003 por sua falta de ética na redação. Blair, agora, tornou-se um life coach – algo como ‘treinador de vida’ – em uma das mais respeitadas instituições de saúde mental nos EUA. ‘As pessoas dizem: `Você é um `life coach´? Isso não faz sentido´’, conta o ex-repórter. ‘Então elas pensam sobre minha experiência e em como eu passei por ela e dizem: `Sim, faz sentido.´’

Blair deixou a carreira jornalística depois da descoberta de que as informações contidas em suas matérias eram forjadas. O escândalo levou à renúncia de dois importantes editores-executivosdoNew York Times. Depois disso, ele escreveu um livro contando como mentia sobre suas apurações e como trabalhava sob o efeito de álcool e drogas, e desapareceu da mídia. Nos últimos dois anos, Blair tem se dedicado à nova profissão. ‘Ele se relaciona muito bem com os pacientes’, afirma Michael Oberschneider, psicólogo que contratou o ex-jornalista após vê-lo dando apoio a um grupo de pessoas com transtorno bipolar em sua cidade natal. Blair fundou o grupo após ter sido diagnosticado com a doença. ‘Algumas vezes, você encontra pessoas na vida que têm esse tipo de personalidade elétrica. Jayson agora está usando seus talentos para o bem. Ele tem uma história de sucesso’, ressalta Oberschneider.

Aberto

Blair afirma que poucos pacientes o reconhecem no primeiro encontro, mas o assunto acaba vindo à tona nas primeiras sessões, quando ele relata suas próprias experiências. Nenhum cliente se recusou a se tratar com ele por conta do seu passado. ‘Estou aberto a todos os detalhes de meus problemas e isto permite que as pessoas saibam a quem estão ouvindo’, diz.

O ex-repórter atende a pessoas que querem conselhos sobre os mais variados temas, desde como melhorar a carreira até como lidar com dificuldades com drogas. Blair pensa em cursar uma faculdade de psicologia. ‘Gosto da idéia de que possa ajudar as pessoas a evitar a cometer os erros que cometi’, resume. Informações de Matthew Barakat [AP, 20/8/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem