Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

ENTRE ASPAS >

WSJ e NYT inovam em busca de lucros

09/12/2008 na edição 515

A edição impressa do Wall Street Jornal e o sítio do New York Times trouxeram novidades aos leitores e anunciantes na semana passada. O primeiro tenta aumentar a receita publicitária; o segundo, atrair mais internautas. O WSJ publicou, pela primeira vez em sua história, uma folha de anúncio da empresa de computadores Dell que cobre 1/3 da capa e todo o verso. Este tipo de propaganda é comum nos tablóides New York Post e Daily News, mas o WSJ tradicionalmente não aceitava cobrir a capa com peças publicitárias. A Dell e sua agência de publicidade, a Enfatico, estão deixando de anunciar em algumas revistas, mas ainda se mantêm anunciantes fortes em jornais impressos.

Michael Rooney, gerente de lucros da Dow Jones, dona do WSJ, explica que a medida faz parte de uma série de mudanças contínuas, e não ocorreu por causa da compra da empresa pela News Corporation, do magnata Rupert Murdoch. ‘Lançamos a edição de final de semana, relançamos o Personal Journal [caderno sobre investimentos pessoais]’, enumera. ‘Muito aconteceu nestes últimos cinco anos’.

Links

Já a página do NYT na internet lançou o Times Extra, versão alternativa do sítio que oferece links para blogs e fontes de informação, incluindo concorrentes como a Fox News, o próprio WSJ e a rede britânica BBC. Em setembro, o Washington Post também lançou uma seção em seu sítio com resumos diários da cobertura política americana – incluindo links para furos de jornais rivais. A tendência de divulgar informações de concorrentes na internet já está sendo chamada de ‘jornalismo de links‘ Informações de Nat Ives [Advertising Age, 3/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem