Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DO DEBATE POLíTICO DO MEIO DIGITAL > Redes Sociais

Denúncia em um polo e piada no outro

Por Monitor do debate político no meio digital em 21/11/2017 na edição 967

Conteúdo publicado originalmente pelo “Monitor do debate político do meio digital”, projeto do Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso a Informação da USP.
__

Um polêmico artigo publicado originalmente em 2013 por Ives Gandra voltou circular e gerou grande repercussão nas redes sociais. No texto o jurista declara que “como modesto professor, advogado, cidadão comum e além disso branco, sinto-me discriminado” (link abaixo no número 3). O texto foi enaltecido pela direita por ter traduzido “com rara felicidade a tirania do politicamente correto que vivemos no Brasil” e foi satirizado pela esquerda que chama o caso de “a tragédia do jurista Ives Gandra da Silva Martins está comovendo o Brasil”.

Seguem as matérias mais compartilhadas sobre o tema:

1) Ives Gandra: “Não sou nem negro, nem homossexual, nem índio, nem assaltante, nem guerrilheiro, nem invasor de terras. Como faço para viver no Brasil nos dias atuais?
Blog do Fucs (Estadão) – 52 mil compartilhamentos

2) Ives Gandra: “Não Sou: – Nem Negro, Nem Homossexual, Nem Índio, Nem Assaltante, Nem Guerrilheiro, Nem Invasor De Terras. Como faço para viver no Brasil nos dias atuais?”
Noticias Brasil Online – 50 mil compartilhamentos

3) Não Sou: – Nem Negro, Nem Homossexual, Nem Índio, Nem Assaltante, Nem Guerrilheiro, Nem Invasor De Terras. Como faço para viver no Brasil nos dias atuais?
O Povo – 14 mil compartilhamentos

4) Governo gasta R$ 4 bilhões com indenizações para guerrilheiros que pegaram em armas. O desabafo de um jurista sobre a herança dos governos do PT
Imprensa Viva – 9 mil compartilhamentos

5) Força, guerreiro: um tributo a Ives Gandra e a tragédia de ser um homem branco, rico e hétero.
DCM – 6 mil compartilhamentos

6) Ives Gandra: “Não sou nem negro, nem homossexual, nem índio, nem guerrilheiro, nem assaltante, mimimi, mimimi…”
DCM – 6 mil compartilhamentos

7) Jurista sente-se injustiçado por não ser “negro, gay, assaltante ou índio”
GGN – 3 mil compartilhamentos

8) Jurista rico diz que se sente injustiçado por não ser “negro, gay ou índio”
Central Político – 2 mil compartilhamentos

9) O naipe do pensamento de um “respeitável” jurista!
Notícias Brasil Online – 2 mil compartilhamentos

10) Ives Gandra detona o politicamente correto
Papo TV – 1 mil compartilhamentos

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem