Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MOSAICO > MÍDIA & RELIGIÃO

Comunicação na vida e a missão da igreja católica

Por Rodolpho Raphael Oliveira Santos em 10/04/2012 na edição 689

A Comunicação Social é um campo de conhecimento que estuda a comunicação humana e a interação entre indivíduos em sociedade, que envolve: técnicas de transmissão da informação; formatos com que a informação é transmitida e os impactos que a informação tem na sociedade.

Quando pensamos sobre Comunicação, normalmente nos atemos apenas a um dos lados do processo de Comunicação, “O que” e “como”, vamos comunicar, e que tipo de impressão queremos criar. O caminho de uma ideia que percorre de nossas cabeças até a de outra pessoa é conhecido como “processo de comunicação” e envolve a emissão, a transmissão e a recepção de mensagens.

** Fonte/ Emissor – O emissor é responsável pela mensagem, é ele que cria, desenvolve, produz e determina uma mensagem que por sua vez deve ser clara, sucinta e objetiva.

** Mensagem – Nada mais é que a informação ou ideia que se deseja comunicar é importante ressaltar que a mensagem não é o que o emissor quis dizer, mas o que ele conseguiu dizer.

** Canal –Mensagens são transmitidas por meio de canais (meios de comunicação), ou seja, a mídia quando nos referimos à comunicação de massa (Rádio, TV, internet, Redes sociais), o telefone e o e-mail são apenas meios de comunicação interpessoais.

** Receptor – É aquele que recebe a mensagem.

** Feedback– É a reação do receptor à informação recebida do emissor através do canal na comunicação é verbal e direta, podemos avaliar algumas reações imediatamente. Como as pessoas estão se comportando, se estão atentas e acenando positivamente com a cabeça, se estão sonolentas e distraídas.

O documento da CNBB

Jesus é o comunicador do Pai, e com a chegada do século 21, conhecida por nós como a era da informação e, por que não dizer, da comunicação, fez com que a Igreja Católica Apostólica Romana se preocupasse com o anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, modelo de comunicador do Pai.

Prova disso é que Sua Santidade Bento 16, por ocasião do 45º Dia Mundial das Comunicações Sociais, celebrado em julho de 2011, partilhou sobre o fenômeno característico do nosso tempo: a difusão da comunicação através da redemundial de computadores.

A Pastoral da Comunicação por sua vez, tem por objetivo central promover a ligação das Igrejas particulares com as comunidades paroquiais, em nosso caso, promover a ligação entre os grupos, pastorais, movimentos e comunidades com a paróquia, tendo por método de evangelização, o dar sentido em “Ser Igreja” estimulando assim a participação dos fiéis e os deixando informados do que está acontecendo, seja por sites, blogs, ou social network, (redes sociais)além detransformar as críticas em sugestões para um melhor andamento da comunidade eclesial.

A integração mídia e pastoral

Este documento tem como objetivo colocar a comunicação como experiência de vida na perspectiva evangélica, todo o documento vai entender o processo de comunicação como um acontecimento, centrado no relacionamento pessoal e interpessoal. A CNBB mostra o desafio da Igreja no mundo de hoje, como também encontrar o sentido das novas tecnologias no uso da prática pastoral, afinal sabemos das mudanças que o mundo contemporâneo passa, formando assim uma nova cultura – a cultura midiática – que vem sendo construída e gerando transformações sociais.

A proposta deste documento é fazer com que haja uma interação entre a Pastoral da Comunicação e as pastorais tradicionais, para que haja um novo impulso de criatividade.

É missão dos membros da Pascom fazer com que os catequistas, ministros, leitores, formadores de nossa Igreja estejam aptos a entender e interpretar e falar a nova linguagem da mídia, afinal o grande desafio de toda a Igreja é principalmente atrair os jovens para uma vivência de fé na doutrina, bem como nos ensinamentos cristãos. É daí que surge a integração mídia e pastoral, além de fornecer as informações necessárias a cerca da Igreja, é nossa responsabilidade desenvolver através dela o crescimento e maturação da fé, (um bom exemplo foi a Festa da Padroeira 2012) – conseguimos através da mídia televisiva, radiofônica e principalmente pela internet colocar a festa a em nível estadual e o resultado (feedback) foi à participação dos fiéis e a atualização da fé de todos nós em uma tradição jamais de 150 anos.

Referências bibliográficas

MAYER, Verônica Feder; MARIANO, Sandra Regina Holanda. Técnicas de Comunicação e Negociação. 1ª ed. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2008. v. 1. 347 p.

SANTOS, Rodolpho Raphael, “Twitter e religião: A Igreja Católica e suas múltiplas relações de comunicação”. Observatório da Imprensa (São Paulo), v. 677, p. 1-1, 2012.

***

[Rodolpho Raphael Oliveira Santos é jornalista, Campina Grande, PB]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem