Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº974

MURAL > SEMINÁRIO DE JORNALISMO ECONÔMICO

Um jornalismo que interfere na vida do cidadão

23/10/2012 na edição 717

A presença do jornalismo econômico no cotidiano dos cidadãos comuns, e dos economistas em particular, é avassaladora. Fonte de informação sobre fatos corriqueiros como níveis de preços, lançamento de produtos ou políticas econômicas em curso, ou provendo subsídios para análises sobre aplicações financeiras, decisões de aquisições de grande valor como imóveis, e ainda possibilidades para guinadas em carreiras profissionais, as publicações voltadas ao mundo dos negócios e dos indicadores econômicos em geral são um elemento permanente e poderoso na vida de pessoas físicas, entidades de classe, órgãos de governo e empresas produtivas. De altas esferas executivas ou de governo ao cidadão mais simples e comum, as páginas de revistas, jornais, blogs e tanto outros canais refletem e interferem em suas vidas.

No caso particular da comunidade acadêmica em Economia, o jornalismo desempenha papéis marcantes: muitos futuros estudantes escolhem o bacharelado em Economia com base na inspiração que emana de notícias lidas ou ouvidas na imprensa durante a adolescência. Neste aspecto, a mensagem veiculada induz jovens à escolha de um curso e de um campo profissional. Enquanto estudante em formação, a leitura de jornais e revistas, impressos ou eletrônicos, especializados ou gerais, acompanha e contribui como fonte de informação e erudição. A este respeito, opiniões e impressões pessoais passam a ser moldadas, à medida que muitos passam a acolher ou repelir a postura de alguns veículos de informação, taxando-os de ideológicos e partidários algumas vezes, de herméticos ou superficiais por outras. Finalmente, uma vez diplomado e dedicando-se à carreira acadêmica ou à privada, publicações especializadas acompanham profissionais nos mais diversos campos de atuação, sempre com o papel de prover informações verídicas, com grande antecipação, e análises argutas. Ademais, muitos economistas especializam-se na análise de temas diversos e utilizam veículos de imprensa como canais privilegiados de difusão de seus conhecimentos e suas opiniões.

Tratando de temas desta natureza, o I Seminário Jornalismo Econômico [e a economia do jornalismo] apresenta-se ao público acadêmico em Economia e Jornalismo e a profissionais destas áreas em um evento pioneiro, com a proposta de aproximar diferentes comunidades e facilitar a apresentação e discussão dos principais temas que permeiam a relação entre o jornalismo e a economia. O dinamismo por que passa essa indústria – alguns veículos encerram suas atividades, enquanto outros iniciam sua circulação; sites passam a promover a transparência e a quebra de sigilos diplomáticos e de grandes corporações; e-readers pressionam veículos impressos de tal forma que diários e semanários consagrados reveem políticas de assinaturas e de acesso digital – apenas reforça a pertinência de um encontro que promova interpretações e aproximações.

Reflita, divulgue e compareça! O I Seminário de Jornalismo Econômico [e a economia do jornalismo] será realizado na Unicamp, no dia 8 de novembro de 2012.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem